02 novembro 2014

Livre trava ambições academistas


Académico Viseu - Padroense 0:1
Golo Padroense: José Dalot (35 min)
Académico Viseu: Elísio, Tiago, Pedro, Tomé, Bernardo, David (João Caiado, 74 min), Bié, Gonçalo, Caramelo, JP (Simão, 62 min) e Ângelo (Rafa, 62 min).
Suplentes não utilizados: Diogo Correia, Costa, Tigas, Ribeiro.
Treinador: Roger.
Padroense: Ricardo Silva, José Dalot, Jorge Silva, Diogo Leite, José Bessa, Paulo Estrela, João Rodrigues (Diogo Fernandes, 69 min), Fábio Borges (José Ventura, 77 min), Jorge Teixeira (André Santos, 58 min), João Félix e Hélder Silva.
Suplentes não utilizados: Mário Évora, Tiago Cavadas, João Lameira, Rafael Braga.
Treinador: António Frasco e Mário Silva.
Cartão amarelo:
Padroense: Paulo Estrela (74 min), Diogo Fernandes (79 min)
Árbitro: Renato Gonçalves, Auxiliares: Francisco Martinho e Rui Fernandes (A.F. Guarda)
video

Os juvenis academistas defrontam este fim de semana uma das mais fortes candidatas à presença na fase final, o Padroense e procuram o regresso às vitórias.
Inicio de partida com mais posse de bola para a equipa do Padroense que assume o domínio da partida. Os academistas procuram sair desta pressão inicial em rápidas transições.
Os primeiros 30 minutos decorrem sem lances de perigo para ambas as balizas.
Aos 30 minutos primeiro remate perto de uma das balizas sendo Gonçalo Sousa o autor do mesmo.
Cinco minutos depois João Rodrigues quase que surpreende Elísio ao marcar o canto de forma directa.
No minuto seguinte o marcador viria a ser inaugurado da única forma possível ou seja de bola parada quando José Dalot após passe de João Rodrigues remata de forma imparável batendo Elísio.
Aos 38 minutos remate de Paulo Estrela que passa perto da baliza de Elísio.
Chega-se ao intervalo com uma vitória parcial do Padroense.

Aos 42 minutos João Teixeira aparece em boa posição a rematar para defesa de Elísio. Seis minutos depois Bié um pouco ao lado da baliza forasteira.
Os academistas parecem melhor na partida e aos 67 minutos David remata forte mas sem a melhor direcção. Cabe aos academistas a maior posse de bola com o Padroense a defender a preciosa vantagem que consegue preservar a mesma até ao apito final.
Segunda parte sem grandes momentos de emoção e onde os academistas estiveram um maior ascendente mas parecendo sempre controlado pela equipa forasteira.
Arbitragem sem reparos.
Out: entrada adormecida dos academistas. Os academistas sentiram dificuldades a entrar na partida e pareceram algo adormecidos nos primeiros 40 minutos da partida. Com isso foram vários os passes errados que dificultaram a sua manobra.
In: segurança forasteira. Os jogadores forasteiros mostraram-se sempre seguros na troca de bola que realizavam e sobretudo na primeira parte isso permitiu o domínio completo da partida. Com a segunda parte e a subida de produção dos academistas essa troca de bola foi menos eficaz mas mesmo assim os forasteiros mostraram-se sempre atentos às investidas academistas.

Outros resultados:
Oliveirense - F.C.Porto 0:4
Régua - Feirense 0:2
Leixões - P- Ferreira 2:0
Boavista - Penafiel 3:2
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
F.C.Porto990022327
Feirense953117818
Padroense953114718
Leixões9414131113
Boavista9414241313
Oliveirense9324141611
Penafiel923412199
P. Ferreira9225798
Académico Viseu91263175
Régua91173264