01 Setembro 2014

Iniciados arrancam com empate


Oliveirense - Académico Viseu 0:0

Os jovens iniciados academistas tinham neste fim de semana, o inicio do seu Campeonato.
O primeiro jogo era com a Oliveirense no seu reduto o que elevava a fasquia de dificuldade deste início.
Contudo os academistas mostraram-se empenhados e lutadores conseguindo obter um empate importante num terreno sempre complicado.

NOTA: Pedia a quem assistiu à partida e pudesse enviar-me mais informações da mesma, que o faça para jorge.miguel.sa@gmail.com. Desde já o meu obrigado!
Outros resultados:
Beira Mar - Avanca 2:1
Repesenses - Sanjoanense 1:2
Feirense - Gondomar 1:1
Gafanha - Fiães 1:1
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Sanjoanense1100213
Beira Mar1100213
Gondomar1010111
Feirense1010111
Fiães1010111
Gafanha1010111
Académico Viseu1010001
Oliveirense1010001
Avanca1001120
Repesenses1001120

31 Agosto 2014

Neste dia o nosso blog faz 11 anos.
Penso que a missão a que me propôs continua bem actual e dai a razão da sua continuação e canalizar nele todo o meu carinho apesar de muitas horas "gastas".

Os milhares de quilómetros percorridos com estes jovens fazem-me sentir que o blog é algo importante para estes jovens e acreditem que até que possa contem comigo. Serei uma das vossas vozes, pois por vezes sinto que com a evolução do clube a nível dos seniores, vocês são um pouco esquecidos mas aqui têm um pouco de voz.

Objectivo blog

Pesadelo juvenil

Boavista - Académico Viseu 6:0
Golos Boavista: Tiago Pessoa (10 min), Gabi (25 min), Rúben Gonçalo (36 e 80+1 min), David Gomes (44, 74 min)
Boavista: Fábio, Nuno Rio, Rúben Pereira, Tiago Pessoa, Portela, Tomás (Gui, 63 min), Henrique, Gabi (António, 54 min), David Gomes, Ricardo (Roberto, 47 min), Rúben Gonçalo.
Suplentes não utilizados: João, Igor, Lucas e Kevin.
Treinador: Nelo Tavares.
Académico Viseu: Elísio, Tiago, Pedro Santos, Jorge, Tigas (Tomé, 63 min), Bié, Caiado, David, Gonçalo Sousa (Jota P, 54 min), Caramelo e Ângelo (Simão, 47 min)
Suplentes não utilizados: Diogo, Bernardo, Maurício e Rafa.
Treinador: Roger e Pedro.
Cartão amarelo:
Académico Viseu: Tiago (59 min) e Simão (65 min)
Árbitro: Fábio Pereira, Auxiliares: Martinho Silva e Marco Pereira (A.F.Madeira)

Ambas as equipas procuravam nesta terceira partida do campeonato a sua primeira vitória.
Começou melhor a equipa do Boavista que logo no primeiro minuto disfrutou de uma flagrante oportunidade para marcar mas ao qual Elísio responde com defesa atenta.
No minuto seguinte é a vez de David Gomes em duas situações obrigaram Elísio a mostrar a atenção necessária para evitar o golo boavisteiro.
A resposta academista daria-se aos 4 minutos quando após livre de Gonçalo Sousa, Bié ganha a bola nas alturas mas tanto ele como os seus restantes colegas não conseguem o remate final para o golo.
O marcador viria a ser inaugurado num livre marcado por Tomás com Tiago Pessoa a subir nas alturas batendo a oposição academista colocando os locais na frente do marcador. Um golo algo consentido que enervou os academistas que aos 20 minutos veriam Tomás no eixo central do terreno rematar com muito perigo à baliza forasteira.
No minuto seguinte Ricardo primeiro e depois Portela conseguem rematar com muito perigo para defesas apertadas de Elísio.
Aos 25 minutos Gabi bem solicitado pelo seu defesa Tiago Pessoa consegue ultrapassar o seu defesa e entrando na área academista desfere o remate que só para nas redes academistas ampliando assim a vantagem da sua equipa.
Novo golo bastante consentido pelos academistas que vêm Rúben Gonçalo ficar perto do golo à passagem da meia hora da partida mas sem conseguir vencer a oposição do guarda redes academista.
O marcador viria a ser novamente alterado à passagem do minuto 36 com Gabi a centrar bem e Rúben Gonçalo com muitas liberdades aparecer a rematar para o terceiro golo boavista.
Sobre o apito para o intervalo Gonçalo Sousa marca o livre na ala esquerda do ataque que obriga Fábio a fazer boa defesa evitando assim o golo academista.
Chegava-se ao intervalo com um resultado já alargado fruto de golos bastante consentidos pelos academistas que denotaram muitas dificuldades perante o jogo directo boavisteiro e sobretudo com a raça dos locais.

A segunda parte começou tal como na primeira com o Boavista a mostrar-se mais pragmático e com isso a levar o perigo à baliza academista que viria a ser novamente alvejada aos 44 minutos com David Gomes a ser mais lesto que a defesa academista e fazer o quarto golo da sua equipa.
A resposta academista dá-se aos 52 minutos quando o recém-entrado Simão aparece isolado mas não consegue vencer a oposição do guarda-redes Fábio, gorando-se assim uma boa oportunidade para reduzir a desvantagem academista.
Os academistas tinham mais posse de bola mas sem conseguir ultrapassar a bem escalonada defesa boavisteira.
A partida decrescia bastante de qualidade, com muitos passes errados e a bola muito longe das balizas e só aos 71 minutos é que o perigo voltaria com Rúben Gonçalo a rematar para defesa do guarda-redes academista.
Três minutos o marcador viria a ser novamente alterado com Nuno Rio a ter um bom centro para David Gomes se conseguir superiorizar aos defesas academistas e fazer novo golo para os boavisteiros.
Já no primeiro minuto dos descontos António em duas situações ficaria perto do golo valendo na última a atenção de Jorge que sobre a linha de golo consegue o corte providencial a evitar o golo.
Golo esse que viria a acontecer no minuto seguinte quando António centra para Rúben Gonçalo ao segundo poste aparecer a encostar para o golo que carimbava o resultado final.
Arbitragem com alguns erros mas sem influenciar no resultado final.
Vitória justa boavisteira embora por números algo exagerados mas que foram fruto do aproveitamento de diversas fragilidades dos academistas que resultaram na primeira vitória dos locais.

In: pragmatismo boavisteiro. Os jovens boavisteiros souberam aproveitar da melhor forma as dimensões do seu terreno. Com um jogo bastante directo conseguiu desequilibrar e ser sempre a melhor equipa no terreno e foram aproveitando da melhor forma as ocasiões de golo que disfrutaram.
Out: fragilidades defensivas academistas. O maior pragmatismo da equipa local que procurando o jogo directo causou muito problemas ao reduto mais defensivo academista. Com isso os jovens academistas deram alguns erros cruciais para a obtenção dos golos adversários e que ditaram uma goleada pesada.
Melhor em campo: Gabi. Foi um dos desequilibradores da equipa local e pelos seus pés passaram dos melhores momentos da sua equipa. Para além de várias desmarcações conseguiu coroar a sua exibição com o golo, no caso o 2º da sua equipa.

Outros resultados:
P.Ferreira - Feirense 1:2
Penafiel - Oliveirense 2:2
Leixões - Régua 3:0
Padroense - F.C Porto (adiado 1 Outubro)
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Leixões3300719
Padroense2200516
F.C.Porto2200316
Feirense3111444
Boavista3102953
Penafiel3030663
P. Ferreira3102453
Oliveirense3021452
Régua3012281
Académico Viseu30122101

24 Agosto 2014

Leixões mais forte que juvenis academistas


Académico Viseu - Leixões 0:2
Golos Leixões: João Pedro (12 min), Dias (51 min)
Académico Viseu: Elísio, Tiago Lopes, Pedro Santos, Tomé, Bernardo, David, JP (Rafael Silva, 49 min), Cláudio (João Caiado, intervalo), Ângelo, Gonçalo Sousa, Tigas (Mauricio, 69 min).
Suplentes não utilizados: Diogo Correia, Gigi, Gustavo, Gonçalo Costa.
Treinador: Roger.
Leixões: Pedro, Luis, Dias, Vinagre, Guilherme Teixeira, André, José Silva (José Carlos, 70 min), Diogo, Fábio, António (Gonçalo, 79 min) e João Pedro (João Pereira, 60 min).
Suplentes não utilizados: Tomás, Sérgio Lascasas, Rúben.
Treinador: José Maia.
Cartão amarelo: 
Leixões: Vinagre (32 min)
Árbitro: Nuno Vaz, Auxiliares: Luis Castainça e Luis Fonseca (A.F. Viseu)

Os juvenis academistas têm o seu primeiro jogo em casa neste Campeonato Nacional.
Aos 3 minutos primeiro lance de algum perigo com João Pedro a aparecer em boa posição a rematar para defesa de Elísio.
Melhor entrada dos leixonenses que têm mais posse de bola e empurra os academistas para terrenos mais defensivos.
Aos 6 minutos é a vez de José Silva rematar com muito perigo à baliza de Elísio. Na resposta má reposição de bola de Pedro com a bola a chegar a Ângelo que cabeceia perto da baliza forasteira.
Os academistas tentam se libertar da pressão exercida pelos leixonenses mas aos 12 minutos numa rápida transição onde em dois toques de bola a mesma chega a Fábio que entra na área e num centro remate assiste João Pedro que de forma simples faz o golo. Muitas facilidades dadas pelos academistas que de um livre ofensivo permitiram que os forasteiros se mostrassem mais lestos e com isso obter um golo que os coloca na frente do marcador.
Os locais parecem algo amedrontados com a melhor entrada dos forasteiros mas aos poucos conseguem-se libertar um pouco e aos 25 minutos David num remate colocado que dá a sensação de golo ao passar muito perto da barra leixonense.
Aos 40 minutos JP marca o livre e obriga Pedro a grande defesa para canto evitando assim o golo do empate.
Vitória parcial dos leixonenses fruto de uma melhor entrada na partida materializada com um golo algo oferecido pelos academistas que denotaram algumas dificuldades nos primeiros minutos da partida.

Aos 42 minutos livre marcado por José Silva a passar muito perto da baliza academista.
Nove minutos depois nova falha no eixo defensivo dos academistas quando após um canto de José Silva a bola chega a Dias que com muitas liberdades encosta para o segundo golo forasteiro.
Os academistas tentam regir ao duro revés que foi este segundo golo mas sem conseguir criar lances reais de perigo para a baliza defendida por Pedro.
A partida encaminha-se para o seu término com o vencedor a parecer já estar encontrado.
Aos 76 minutos João Pereira após perca de bola de um defesa academista remata com muito perigo para Elisio ter defesa atenta.
Num jogo fácil de arbitrar o trio de arbitragem esteve bem sem quase se notar a sua presença em terreno.
Chega-se ao final da partida com uma vitória do Leixões que se mostrou mais pragmático e com mais soluções mostrando-se superior ao longo de quase toda a partida.
Out: apatia academista. Os academistas mostraram-se algo apáticos nos primeiros minutos da partida e o Leixões soube aproveitar isso e colocar-se na frente do marcador num lance onde os academistas poderiam ter feito mais. Aos poucos os locais foram acordando mas viriam a ter novo erro fatal que resultou no segundo golo leixonense.
In: maturidade leixonense. O Leixões mostrou-se uma equipa que sabia o que queria e mostrou-se mais lúcida e madura nas suas movimentações o que criou muitas dificuldades aos academistas.
Melhor em campo:  José Silva. Rivalizou com o seu colega Luís, o prémio de melhor em campo. Contudo a sua importância na manobra ofensiva da sua equipa deu-lhe este destaque.


Outros resultados:
F.C. Porto - Feirense 2:1
Boavista - P. Ferreira 2:3
Oliveirense - Padroense 1:2
Régua - Penafiel 2:2
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Padroense2200516
Leixões2200416
F.C.Porto2200316
P. Ferreira2101333
Penafiel2020442
Oliveirense2011231
Feirense2011231
Académico Viseu2011241
Régua2011251
Boavista2002350


17 Agosto 2014

Juvenis iniciam com empate forasteiro


Penafiel - Académico Viseu 2:2
Golos Académico Viseu: Diogo Caramelo, Gonçalo.
Penafiel: Diogo Lameiras, Miguel Magalhães, João Andrade, Diogo Barbosa, Mendes, Saraiva, Queirós, Mário, Luis Monteiro, Diogo Cardoso e Márcio Machado.
Suplentes: Francisco Silva, Márcio Miranda, Frederico Damas, João António, Nuno, Paulo Freitas e Carlos Alves.
Treinador: Hélder Sousa.
Académico Viseu: Elísio, Tiago Lopes, Pedro Santos, Jorge, Tigas, Tomé, Gonçalo, David, Ângelo (Pedro Rafael), Diogo Caramelo (Cláudio), Jota Pé (João Caiado).
Suplentes não utilizados: Diogo Correia, Gustavo, Bernardo, Maurício.
Treinador: Roger.
Árbitro: Carlos Macedo, Auxiliares: José Carreira e Ricardo Silva.

A equipa de juniores B , realizou o primeiro jogo do campeonato tendo empatado 2-2 com o FC Penafiel.
Foi um jogo bem disputado em que os atletas das duas equipas revelaram alguns pormenores bastante interessantes. Os academistas demonstraram qualidade de jogo e determinação para superar as dificuldades impostas pela equipa adversária.
A força coletiva foi preponderante para o alcance deste resultado, uma vez que a equipa correu sempre atrás do resultado.
Os locais viriam a conseguir na primeira parte colocar-se na frente do marcador no seguimento de um canto ao qual Diogo Barbosa parece ser o último a tocar na bola antes desta se anichar-se nas redes academistas. Contudo os academistas reagiram bem e passado dois minutos através de um passe em profundidade Diogo Caramelo correspondeu com um excelente "chapéu" sobre o guarda-redes contrário.
Seria com um empate a um que ambas as equipas regressariam aos balneários para o descanso merecido.
A meio da segunda parte o Penafiel viria a conseguir colocar-se novamente na frente do marcador num golo de João Andrade.
Tal como no primeiro golo, os academistas viriam a conseguir o empate quase que prontamente, golo esse obtido pelo capitão de equipa Gonçalo que com classe, transformou uma grande penalidade.

Outros resultados:
P. Ferreira - F.C.Porto 0:1
Feirense - Oliveirense 1:1
Padroense - Régua 3:0
Leixões - Boavista 2:1
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Padroense1100303
Leixões1100213
F.C.Porto1100103
Académico Viseu1010221
Penafiel1010221
Oliveirense1010111
Feirense1010111
Boavista1001120
P. Ferreira1001010
Régua1001030

16 Agosto 2014

Juvenis começam campeonato

É já amanhã que os Juvenis academistas dão inicio ao seu campeonato Nacional.
O jogo será com o Penafiel, pelas 11 horas, tendo como árbitro Carlos Macedo de Braga.

BOA SORTE CAMPEÕES.

03 Agosto 2014

Terceira vitória juvenil em preparação para Campeonato.


Académico Viseu - Eirense 2:0
Golos: Ângelo (44 min), JP (63 min)
Académico Viseu: Elísio, Cláudio, Bié, Caramelo, Rafa, Gonçalo Costa, Diogo Correia, Diogo Ribeiro, Ângelo, Tiago, Rui Pedro, Jorge, David Tadeu, Gigi, Pedro, David, Tomé, Tigas, Mauricio e JP.

Os juvenis academistas defrontaram neste 3 jogo de preparação a equipa conimbricense do Eirense.
Coube aos academistas a primeira situação de golo com Bié a desmarcar bem Caramelo que vê o seu remate passar muito perto da barra forasteira.
Os academistas tinham mais posse de bola mas o ritmo era baixo e as ocasiões de golo não surgiam. Desta forma só aos 18 minutos o perigo voltaria a acontecer, quando Jorge tem um passe longo para Caramelo que à saida do guarda-redes contrário adianta remata para a baliza mas vê um defesa contrário evitar o golo.
No minuto seguinte Mané remata para defesa atenta de Elísio.
Aos 27 minutos é a vez de David aparecer em boa posição conseguindo ultrapassar o guarda-redes contrário mas falha o remate gorando-se assim a melhor ocasião para inaugurar o marcador. No minuto seguinte é Bruno a colocar à prova o guarda-redes academista.
Primeira parte com mais posse de bola dos academistas mas com estes a mostrarem-se algo estáticos e a não conseguir ultrapassar a bem escalonada equipa eirense.

A segunda parte começou com os academistas a mostrarem outro ritmo e dispostos a marcar cedo. Foi mesmo isso que aconteceu logo ao quarto minuto quando no seguimento de um canto a bola chega a Tiago que centra de forma precisa para Ângelo se superiorizar nas alturas e cabecear da melhor forma inaugurando assim o marcador para os academistas.
Dez minutos depois Rafa remata colocado vendo o mesmo passar muito perto da baliza forasteira.
O momento da partida viria a acontecer aos 63 minutos quando JP tem um remate colocado que se mostra indefensável para o guarda-redes forasteiro. Um momento de grande inspiração do jogador academista que assim amplia da melhor forma a vantagem da sua equipa.
O mesmo jogador ficaria novamente perto do golo aos 70 quando após uma boa jogada colectiva remata perto da baliza forasteira.
A equipa do Eirense também ele procurou o golo que ficou perto de acontecer aos 74 minutos quando João cabeceia muito perto da baliza agora defendida por Diogo Correia.
Vitória justa academista fruto de uma melhor segunda parte num jogo típico de preparação mas onde ainda assim se assistiu a alguns bons momentos de ambas as equipas.

15 Junho 2014

Sub 6 vencem Torneio de Encerramento dos Pinguinzinhos

Os sub 6 deslocaram-se a Santa Comba Dão para disputar o Torneio de Encerramento dos Pinguinzinhos.
Alcançando 3 brilhantes vitórias os academistas alcançam o lugar mais cimeiro do torneio.
PARABÈNS CAMPEÕES! 

Resultados:
Académico de Viseu FC - Lusitano FC  5:4
AFD O Pinguinzinho - Académico de Viseu FC 0:10
AF Os Galfarritos - Académico de Viseu FC 1:7

Classificação final: 1º lugar

Sub7 academistas conquistam Fornos Algodres Youth Cup

Os Sub 7 academistas deslocaram-se a Fornos de Algodres para disputar o Fornos Algodres Youth Cup

Académico de Viseu FC X Dragon Force Repeses - 1-0
Académico de Viseu FC X Viseu 2001 8:3
Académico de Viseu FC X ASSRD Vila Chã - 3-1


Classificação final: 1º lugar

14 Junho 2014

Academistas vencem Fornos Algodres Youth Cup


Os infantis sub 12 academistas conquistaram este fim de semana o Fornos de Algodres Youth Cup após vencerem o Anadia em grandes penalidades.
Foi o corolário de um grande torneio que estes jovens academistas realizaram e que mais uma vez honraram o nome do clube e mostraram o seu futebol.

08 Junho 2014

Infantis no pódio do Torneio de Gouveia


Os infantis sub12 academistas deslocavam-se a Gouveia para disputar o 18º Torneio de Futebol Juvenil sub13.

Fase de grupos:
Salgueiros - Académico Viseu 3:3
Gouveia - Académico Viseu 0:21
Sporting - Académico Viseu 12:1

Meias finais: Académico Viseu - Rio Ave 1:8  
3º e 4 Lugar: Académico Viseu - Núcleo Guarda 1:0

Com este resultado os academistas conseguiram alcançar o 3 lugar do torneio e assim colorir a sua prestação na prova com mais um troféu que mostra a sua qualidade.
Académico Viseu: Mário, André, Rafael Ferraz, Luiz, Gonçalo, Vasquinho, Nuno, António, Raúl, Rodrigo, Tony

Juvenis conquistam torneio Viseu Benfica Cup 2014


Os juvenis A academistas conquistaram o Torneio Viseu Benfica de 2014 este fim de semana, numa conquista dramática e que só no apito final do último jogo se decidiu a favor dos academistas por apenas a diferença de um golo.
Os jovens academistas defrontaram as equipas viseenses do Viseu Benfica e dos Viriatos e a equipa lisboeta do Arrudense.

1º JOGO: 
Académico Viseu - Arrudense 1:1
Golo Arrudense: Raul (11 min)
Golo Académico Viseu: Marcelo (18 min)
Académico Viseu: Elísio, Gonçalo Costa, Pedro, Cláudio, Diogo Ribeiro, Tigas, Ângelo, Caramelo, Gonçalo, João Caiado, Bié, Mauricio, Bernardo, Gustavo, Gigi, Miguel, Renato, Hugo, Carlos, Vasco, Marcelo, Lopes e Rafael Barreiros.
Arrudense: Bruno Gomes, Quintino, David, Alex, Raul, Bernardo, Daniel, Gui, Rúben Pinheiro, Bruno Silva, Dorin, Pedro Henriques, Miguel Bernardo, Fábio, Pedro Dias, SantaMarta, Santana, Elias e Rúben Machado.
Os juvenis academistas tinham neste primeiro jogo do torneio um confronto com a equipa do Arrudense.
Os academistas seriam os primeiros a criar um lance de perigo com Lopes a aparecer em boa posição mas sem conseguir o melhor remate. Aos 4 minutos, Marcelo a ver o seu remate embater com estrondo no poste da baliza forasteira.
Contudo seria a equipa do Arrudense que viria a conseguir o golo quando Gui centra bem para Raul aparecer ao segundo poste completamente desmarcado e faz o remate que colocava a equipa arrudense na frente do marcador.
A resposta academista foi pronta e primeiro Caramelo e depois Bié têm bons lances individuais mas os remates não têm o objectivo desejado.
A segunda parte começou com os academistas a procurarem o golo e com o Arrudense a procurar reagir em rápidas transições aproveitando a velocidade dos seus alas.
Aos 40 minutos primeiro Hugo e depois Caiado aparecem em boa posição mas sem conseguir o melhor remate.
Quatro minutos depois Marcelo marca o livre e Bruno responde com boa defesa. Na resposta Elias aparece em boa posição mas perde tempo para o remate e sofre o corte providencial de Pedro. Aos 53 minutos Vasco desmarca Ângelo que em boa posição não consegue o remate. Dois minutos depois as posições invertem-se mas o resultado é semelhante com Vasco a não conseguir o melhor remate.
Jogo com mais posse de bola dos academistas mas sem conseguir trazer com isso a vitória final e seria com um empate que a partida iria ter o seu término.


2º JOGO: 
Viriatos - Académico Viseu 0:3
Golos Académico Viseu: Hugo (14 min), Renato (19 min)Diogo Ribeiro (53 min)
Viriatos: Tiago, Zé, Dani, Flávio, Kiko, Luis, Paulito, Rolo, Jorge, Guilherme, Picka, João
Académico Viseu: Elísio, Gonçalo Costa, Pedro, Cláudio, Diogo Ribeiro, Tigas, Ângelo, Caramelo, Gonçalo, João Caiado, Bié, Mauricio, Bernardo, Gustavo, Gigi, Miguel, Renato, Hugo, Carlos, Vasco, Marcelo, Lopes e Rafael Barreiros.
Os academistas entraram fortes na partida e logo no primeiro minuto Gonçalo aparece em boa posição a rematar para defesa de Tiago. Aos 4 minutos Tiago vence novo duelo travado com Gonçalo com mais uma boa defesa.
O cerco apertava e aos 14 minutos o marcador viria mesmo a funcionar quando aos 14 minutos Caramelo centra para Hugo aparecer a rematar abrindo o marcador para os axademistas.
Aos 16 minutos Bié centra para Gonçalo aparecer em boa posição mas sem conseguir o melhor remate
No minuto seguinte Hugo em duas situações remata primeiro ao poste e em seguida vê Tiago com um voo negar-lhe o golo.
Esse mesmo golo viria a ser conseguido pelos academistas por intermédio de Renato que aparece em terrenos ofensivos a mostrar-se lúcido e com melhor pontaria ampliando assim a vantagem da sua equipa.
Até ao intervalo os academistas ainda tiveram duas boas oportunidades para marcar mas primeiro Gonçalo e depois Caramelo não conseguiram vencer a oposição de Tiago.
A segunda parte foi em muito semelhante aos primeiros 20 minutos com os academistas a procurarem o golo mas onde os avançados academistas se mostravam algo perdulários.
Prova disso foi logo aos 33 minutos com Caramelo a centrar bem para Lopes cabecear um pouco por alto.
Dois minutos depois Gonçalo solicitado por Hugo obriga Tiago a boa defesa.
Aos 42 minutos João Caiado e depois Ângelo aparecem em boa posição para o remate mas não conseguem o que parecia mais fácil que seria o golo.
Apesar das muitas oportunidades de golo os academistas não conseguiam ampliar a sua vantagem que poderia se revelar importante como critério de desempate no final da prova.
Aos poucos os Viriatos conseguiram equilibrar a partida mas sem conseguir levar perigo à baliza de Elísio e aos 53 minutos contudo os academistas viriam mesmo a conseguir colorir pela última vez o marcador com Diogo Ribeiro a ter um bom pormenor técnico que vendo o guarda redes João adiantado faz o chapéu de belo efeito que resulta no golo.
Vitória justa mas por números reduzidos face ao domínio dos academistas e sobretudo das ocasiões que disponibilizaram mas onde a eficácia não foi a melhor.


3º JOGO: 
Viseu Benfica - Académico Viseu 0:3
Golos Académico Viseu: Ângelo (33 min), Gonçalo (38 min), Hugo (51 min)
Viseu Benfica: David, Tavares, Pudão, Xico, Tiago, Figueiredo, Lucas, Rafa, Gonçalo, Francisco, Nando, Rui, Gui, Correia, Ricki.
Académico Viseu: Elísio, Gonçalo Costa, Pedro, Cláudio, Diogo Ribeiro, Tigas, Ângelo, Caramelo, Gonçalo, João Caiado, Bié, Mauricio, Bernardo, Gustavo, Gigi, Miguel, Renato, Hugo, Carlos, Vasco, Marcelo, Lopes e Rafael Barreiros.

Os academistas sabiam que o vencedor da prova poderia ser definido pela diferença entre golos marcados e sofridos e dai entraram novamente com o firme propósito de marcar cedo.
Aos 6 minutos Hugo remata colocado e vê o seu remate ser devolvido pela barra da baliza benfiquista. Aos 9 minutos Caramelo remata perto da baliza do Viseu Benfica.
No minuto seguinte Hugo remata colocado mas o guarda-redes benfiquista tem grande defesa e no seguimento a bola ainda embate na barra da sua baliza.
O mesmo desfecho teve novo remate de Hugo aos 12 minutos que é devolvido pelos postes da baliza contrária.
Os academistas dominavam por completo a partida onde faltava o golo muito fruto do excesso de pontaria dos avançados academista e da exibição do guarda-redes benfiquista que viria a negar novamente o golo a Lopes e a Hugo aos 23 minutos.
No minuto seguinte numa das poucas investidas dos benfiquistas Xico aparece isolado mas perde no duelo travado com a defensiva academista e gora-se assim a única oportunidade de perigo dos locais.
Já sobre o apito para o intervalo Gonçalo remata com muito perigo mas sem conseguir o golo e desta forma chegava-se ao intervalo com um nulo que castigava a eficácia dos jogadores academistas.
A segunda parte teve os mesmos ingredientes da primeira parte e logo no primeiro minuto Bié coloca à prova o guarda-redes benfiquista que tem uma defesa a dois tempos.
O marcador viria finalmente a ser inaugurado aos 33 minutos quando Caramelo centra para Ângelo aparecer a cabecear para o golo.
Cinco minutos depois Hugo tem uma boa jogada individual mas no momento preciso não se mostra individualista centrando para Gonçalo que aparece a encostar para o segundo golo academista.
Aos 44 minutos Bernardo tem um bom cruzamento para Ângelo se antecipar à defesa contrária e obrigar Hugo a nova grande defesa.
Quatro minutos depois Bernardo tem novo bom cruzamento para Mauricio solto de marcação não conseguir o que parecia o mais fácil que era o golo.
Esse golo viria a acontecer à passagem do minuto 51 com Hugo a aparecer em boa posição a fazer o golo que ampliava a vantagem da equipa academista.
Vitória justa dos academista embora por números algo reduzidos fruto de uma grande exibição de Hugo que teve um punhado de boas defesas a negar os golos aos academistas.
Com este resultado os academistas sabiam que o jogo entre o Arrudense e os Viriatos seria decisivo e que os golos teriam um papel importante nessa decisão.
Foi com muito nervosismo que os academistas assistiram até ao apito final a vitória do Arrudense e onde um só golo decidiu a prova para os academistas. PARABÉNS CAMPEÕES
video

Outros resultados:
Viseu Benfica - Viriatos 5:1
Arrudense - Viseu Benfica 2:0
Arrudense - Viriatos 4:1
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Académico Viseu3210717
Arrudense3210727
Viseu Benfica3102563
Viriatos30032120

02 Junho 2014

Juvenis empatam no fecho do campeonato


Repesenses - Académico Viseu 1:1

NOTA: Gostava de solicitar uma ajuda a quem assistiu a esta partida e que possa ajudar na elaboração da noticia que me envie dados para para o mail: jorge.miguel.sa@gmail.com! Obrigado desde já!

Outros resultados:
Anadia - Marinhense 0:9
Núcleo Guarda - Beira Mar 1:1
Sp. Covilhã - Naval 2:4
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Beira Mar14653291453
Académico Viseu14374211948
Repesenses14644302245
Anadia14716232745
Marinhense14635331843
Naval14914332538
Núcleo Guarda14419173729
Sp. Covilhã12248194526

Vitória academista não chega para título

CFT Viseu - Académico Viseu 2:5

NOTA: Gostava de solicitar uma ajuda a quem assistiu a esta partida e que possa ajudar na elaboração da noticia que me envie dados para para o mail: jorge.miguel.sa@gmail.com! Obrigado desde já!

Outro resultado:
Repesenses - Resende 3:7
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Resende6411282113
Académico Viseu6321251511
Repesenses613216226
CFT Viseu602411222

26 Maio 2014

Vitória alimenta ainda o sonho


Repesenses - Académico Viseu 3:6
Golos Académico Viseu: António 2, Rafa 2, Vasquinho e Miguel.
Académico Viseu: Mário, Nuno, Raul, Gonçalo, André, Rafa, António, Miguel, Vasquinho, João, Luiz.
Treinador: Carlos Lopes e Joel.

Os infantis sub12 academistas tinham uma deslocação sempre complicada a Repeses para defrontar a equipa local do Repesenses.
Ambas as equipas sabiam que um deslize seria o ponto final na luta pelo campeonato. Os academistas mostraram-se sempre superiores aos locais conseguindo uma vantagem preciosa de três golos.
Após isso os locais ainda viriam a conseguir reduzir mas já perto do intervalo os academistas viriam a marcar novamente.
Ambas as equipas viriam a regressar aos balneários com os academistas a vencer por 4-1.
Nos derradeiros 30 minutos ambas as equipas viriam a marcar por mais duas situações mas que em nada influenciou na vitória justa academista.

NOTA: Gostava de solicitar uma ajuda a quem assistiu a esta partida e que possa ajudar na elaboração da noticia que me envie dados para para o mail: jorge.miguel.sa@gmail.com! Obrigado desde já!

Outro resultado:
Resende - CFT Viseu 4:3
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Resende5311211810
Académico Viseu522120138
Repesenses513113156
CFT Viseu50239172

25 Maio 2014

Goleada juvenil que peca por escassa


Académico Viseu - Anadia 5:1
Golos Académico Viseu: Bié (11 min), Dias (24 min), Benjamim (35 min), Caramelo (45 min), Marcelo (54 min) e Carlos (72 min)
Golo Anadia: Dias (24 min)
Académico Viseu: Elísio; Carlos, Pedro, Tigas (Mauricio, 73), Rafael Barreiros, Marcelo, Benjamim, Hugo, Caramelo, Gonçalo (Caiado, 69) e Bié.
Suplentes não utilizados: Miguel, Gustavo, Gigi, Vasco e Lopes
Treinador: Roger Almeida.
Anadia: João; Dias (Prata, 75), Rúben, Simão, Garcia, David (Tomás rasteiro, 71), Nuno, Marques, Pires e Zé Miguel.
Suplentes não utilizados: Tomé, Rui Novo e Cláudio
Treinador: Pedro Alegre.
Cartão amarelo para Zé Miguel (72).
Árbitro: Hélio Tavares, Auxiliares: Hélder Ferreira e Ângelo Correia (Castelo Branco) 

Foi uma partida dominada durante os oitenta minutos pelo Académico. Se os avançados academistas estivessem estado em manhã inspirada teriam obtido uma goleada histórica frente a um adversário que então ocupava o segundo lugar da tabela classificativa.
A primeira grande oportunidade do encontro até pertenceu aos visitantes quando aos cinco minutos a bola andou a ser empurrada dentro da grande área academista, valendo a intervenção de Carlos a despachar para longe.
Foi uma ousadia que os locais não gostaram e na resposta, por duas vezes, o golo esteve à vista para o Académico, mas a bola acabou por sair ao lado da baliza.
A pressão viseense acentuou-se e aos 11 minutos, na sequência de um canto Bié saltou mais alto que toda a defesa contrária e colocou, de cabeça, a bola fora do alcance de João, abrindo o activo.
Os pupilos de Roger Almeida continuaram a pressionar, mas num contra-ataque fortuito, dois defesas academistas desentenderam-se o que foi aproveitado por Dias para fazer um chapéu a Elísio e restabelecer a igualdade.
Na resposta o Académico continuou a criar ocasiões para bater João, mas por alguma falta de pontaria o golo não surgiu. Contudo, continuando a insistir, os academistas conseguiram chegar à vantagem aos 35 minutos, com Benjamim a obter um golo pelo 'buraco da agulha'.
Entretanto o intervalo chegou e a vantagem dos donos da casa pecava por ser escassa.

No reatamento o Académico voltou a assumir as rédeas do encontro e aos 45 minutos Caramelo de ângulo difícil conseguiu aumentar a vantagem. Imparável o conjunto viseense manteve a pressão não dando qualquer hipótese ao seu adversário confundido com a movimentação do seu opositor.
Assim, não surpreendeu que aos 54 minutos Marcelo tivesse chegado ao quarto golo, na concretização de uma grande penalidade, por mão na bola de um defesa bairradino.
Os visitantes apenas pensavam em defender para evitar males maiores, mas não impediram que aos 71 minutos na sequência de um canto o central Carlos chegasse ao 5-1.
Antes e depois deste golo, o Académico construiu excelentes oportunidades para "humilhar" o Anadia, valendo a este equipa o facto dos avançados locais terem falhado na concretização e abusado um pouco do individualismo.
Em condições normais os locais chegariam a uma vantagem bastante larga. O golo de honra do Anadia que deu o empate foi obtido na única falha cometida pela defesa academista.
A arbitragem esteve em plano positivo.

NOTA: Gostava de agradecer aos amigos Silvino Cardoso e Carolina Pais pelo texto e fotos, respectivamente que possibilitam mostrar da melhor forma esta vitória dos nossos campeões! OBRIGADO!

Outros resultados:
Naval 1º Maio - Repesenses 1:4
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Beira Mar12633261151
Académico Viseu13364201847
Anadia13715231845
Repesenses13634292144
Marinhense12435191737
Naval13814292335
Núcleo Guarda12408153228
Sp. Covilhã12237153725