12 abril 2015

União juvenil arranca empate


Académico Viseu - Leixões 0:0
Académico Viseu: Elísio, Tiago Lopes, Pedro Amaral, Jorge, Tigas, Cláudio (Costa, 80 min), Caramelo, David, Simão (Miguel ângelo, 66 min), Ângelo e Diogo Lourenço (Diogo Ribeiro 55 min).
Suplentes não utilizados: Diogo, Totti, Tiago Mendes.
Treinador: Roger.
Leixões: Tomás, Zé Miguel, Dias, Tiago, Edu, Gui, João Pedro (Zé Silva, 47 min), André, Fábio (Machado, 70 min), António Pinto (Dani, 60 min) e Zé Carlos.
Suplentes não utilizados: Pedro, Vinagre, Lascasas, Diogo Gomes.
Treinador: Helder Cristiano.
Cartão amarelo: 
Académico Viseu: Tigas (29 min), Cláudio (35 min), Jorge (60 e 63 min)
Cartão vermelho: Jorge (63 min, acumulação)
Árbitros: Luis Cruz Auxiliares: Sérgio Paiva e Jorge Andrade. (A.F. Castelo Branco)

Os juvenis academistas defrontam o Leixões procurando regressar às vitórias. Partida equilibrada com ambas as equipas
Aos 8 minutos livre de Simão que passa perto da baliza leixonense. No minuto seguinte cruzamento de Tiago Lopes com Simão a aparecer um pouco atrasado ao mesmo.
A resposta leixonense dá-se aos 15 minutos com António Pinto a rematar perto da baliza de Elísio. Dez minutos depois André primeiro de livre e outra de bola corrida a colocar à prova o guarda-redes academista.
O Leixões está a conseguir o domínio territorial trocando melhor a bola.
Contudo a partida é jogada muito a meio campo sem qualquer perigo para ambas as balizas e com isso seria com um nulo que se chegaria ao intervalo.

A segunda parte começa tal e qual como na primeira parte com o Leixões a ter mais posse de bola.
Aos 58 minutos primeira lance de real perigo com Zé Silva a aparecer a receber bem e rematar muito perto da baliza academista.
A manobra academista sofre um duro revés aos 63 minutos quando Jorge é expulso num lance bastante contestado pelos jogadores locais. No livre André marca o mesmo mas não vence a oposição da barreira densa e no seguimento do mesmo Dani leva a bola a embater na barra da baliza academista.
Com mais um elemento em campo o Leixões sobe no terreno dando algumas liberdades no seu sector mais defensivo e com isso quase que ia sendo surpreendido quando Caramelo de forma acrobática remata obrigando Tomás a defesa apertada.
O Leixões nos ultimos minutos o Leixões apertou o cerco mas onde os seus jogadores se mostraram bastante individualistas e sem o descernimento necessário para vencer a união dos academistas.
Arbitragem com trabalho facilitado pelos jogadores mas onde cometeram alguns erros e nos parece algo exagerado a expulsão de Jorge.
Out: desinspiração. Foi um jogo nem sempre bem jogado e onde em muitos momentos a desinspiração foi a tónica dominante. Num jogo bastante disputado as oportunidades reais de golo foram poucas.
In: espirito de luta academista. Os academistas demostraram um espirito de luta e muito querer sobretudo no seu eixo mais defensivo e mesmo reduzidos a 10 os locais conseguiram fechar a sua baliza a sete chaves. Os academistas perante a pressão dos leixonenses conseguiram ser frios e resolver as situações criadas por estes. Da luta nasceu o  empate final.

Outros resultados:
Penafiel - Régua 1:1
P. Ferreira -Boavista 3:1
Feirense - Oliveirense 1:1
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Boavista860217852
Feirense842210548
Oliveirense84227540
Leixões82429937
P. Ferreira842214831
Penafiel833211723
Académico Viseu812561115
Régua801732411

Iniciados B pecam na finalização e empatam

Académico Viseu - Vila Chã Sá 1:0
Golo Académico Viseu: Leo (47 min)
Golo Vila Chã Sá: Renato (57 min)
Académico Viseu: Zé (Toni, 52 min), Edu, Gomes, Luiz, Neutel, Costa, Xico, David (João Silva, 42 min), Leo, Teixeira (Pedro Neto, 52 min) e Rúben.
Treinador: João Figueira.
Vila Chã Sá: Rafael (Rodrigo Cunha, 52 min), Diogo, Zé Eduardo, Jorge, Marcelo (Pedro Branco, 52 min), Pedro, Bruno (Renato, 52 min), Pedro Maia, Rúben, Francisco, Vasco (Luis Pereira, intervalo).
Árbitros: Rafael Silva Auxiliares: Vitor Silva e João Ferreira.

Os iniciados B academistas defrontam a equipa do Vila Chã de Sá procurando o regresso às vitórias.
Inicio de jogo com mais posse de bola dos academistas mas o primeiro lance de perigo surge para a equipa forasteira aos 5 minutos. Foi num pontapé do meio da rua de Pedro Maia a obrigar Zé a grande defesa. No canto Gomes quase que faz um autogolo.
Na resposta aos 10 minutos Rúben remata à barra e na sobra fica novamente perto do golo mas sem conseguir tal desidrato. Três minutos depois Jorge remata perto da baliza academista.
Muitos passes errados tornam o jogo menos bonito.
Aos 23 minutos bom cruzamento de Xico para Leo aparecer a cabecear fraco.
Oito minutos depois Leo solicita Rúben que remata sem a melhor direcção. Dois minutos Pedro primeiro e depois Marcelo obrigam Zé a mostrar serviço com duas defesas preservando o nulo com que se chegava ao intervalo.

Começa a segunda parte com os academistas a procurarem o golo que viria a ser alcançado aos 47 minutos quando Leo aparece ao primeiro poste a rematar dando o melhor seguimento ao livre na ala direita do ataque academista.
Trẽs minutos depois grande ocasião para os academistas quando Xico aparece isolado mas vẽ Rodrigo Cunha a ter uma boa defesa.
O empate viria a ser alcançado aos 57 minutos quando numa falha da defensiva academista Renato intromete-se entre Gomes e Toni e aproveita da melhor forma a mesma e remata para restabelecer o empate.
A partida com o este golo equilibra novamente sendo bastante disputado no meio campo e sem nenhuma das equipas conseguir desatar o nó.
Aos 71 minutos bom lance de Leo a conseguir centrar bem com Rúben em boa posição a cabecear mas sem conseguir dar o melhor seguimento ao mesmo.

Out: finalização academista. O resultado final é um castigo para a eficácia academista que disfrutou das melhores oportunidades para marcar mas sem conseguir os golos. Com lances onde os jovens academistas apareçam isolados, estes não conseguiram mostrar a frieza suficiente para marcar e dai que o empate é penalizador.
In: jogo academista. Os jovens academistas conseguiram criar bastantes oportunidades e mesmo com a diferença etária com os seus oponentes foram melhor ao longo de grande parte da partida.
Melhor em campo: Luiz. O ainda infantil não se atemorizou com a diferença etária entre si e os seus oponentes e mostrou-se um muro quase que inultrapassável. Com uma exibição tranquila Luiz foi um dos pilares do eixo defensivo academista.

11 abril 2015

Benjamins sub10A academistas vencem Pinguins

Pinguinzinhos - Académico Viseu 0:2

NOTA: Gostaria de pedir a quem assistiu a esta partida e me possa enviar informações sobre o mesmo que o faça para jorge.miguel.sa@gmail.com. O meu OBRIGADO!

Outros resultados:
Cracks Lamego - Crasto 3:0
Repesenses - Nelas :
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Repesenses22001216
Crasto32011156
Cracks Lamego3111544
Académico Viseu3111474
Nelas2101583
Pinguinzinhos30030120

Benjamins sub10 B academistas alcançam primeira vitória na prova

Canas Senhorim - Académico Viseu 2:6
Golos Académico Viseu: Marco, J.Pedro, Rodrigo, Guilherme (3)
Académico Viseu: Denis, Duarte, J.Pedro, Marco, Rodrigo, Guilherme, Catarina, Luis M, Gonçalo F. Diogo e Gonçalo D.
Treinador: Cristiano Malho.

Os benjamins sub10 B academistas deslocavam-se a Canas Senhorim para defrontar a equipa local.
Os academistas entraram bem na partida e conseguiram nos primeiros 25 minutos criar bastantes oportunidades para marcar.
Conseguindo materializar esse ascendente em três situações os academistas regressariam aos balneários com uma vitória parcial justa.
A entrada nos derradeiros 25 minutos foi melhor para os locais que conseguiram marcar em duas situações e com isso intranquilizar um pouco a equipa forasteira.
Só que aos poucos os academistas foram conseguindo voltar ao jogo e Guilherme com três golos sentenciou a partida e desta forma os academistas alcançam uma vitória e assim materializar da melhor forma o seu ascendente.

NOTA: Gostaria de pedir a quem assistiu a esta partida e me possa enviar informações sobre o mesmo que o faça para jorge.miguel.sa@gmail.com. O meu OBRIGADO!

Outros resultados:
Viseu Benfica - Vouzelenses 3:6
Carregal Sal - Lusitano Vildemoinhos 4:4
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Carregal Sal32101877
Vouzelenses32011366
Viseu Benfica32011096
Lusitano Vildemoinhos3111884
Académico Viseu31021093
Canas Senhorim30033230

Juniores academistas derrotados sobre apito final

Sátão - Académico Viseu 1:0

Os juniores academistas deslocavam-se ao Sátão para defrontar a equipa local.
Foi um jogo bastante equilibrado em que ambas as equipas procuraram criar situações de golo.
Apesar disso o nulo foi-se mantendo até quase ao apito final, quando num lance muito contestado pelo academistas o trio de arbitragem assinala grande penalidade.
Foi a oportunidade para a equipa local se adiantar no marcador e com isso obter uma vitória preciosa.
Uma palavra final para tudo o que envolveu o jogo e que levou a episódios tristes no final do mesmo e que tornam um desporto num ato de violência e maus tratos. Para as pessoas que acima de tudo têm responsabilidades refletirem que isto não é DESPORTO!

NOTA: Gostaria de pedir a quem assistiu a esta partida e me possa enviar informações sobre o mesmo que o faça para jorge.miguel.sa@gmail.com. O meu OBRIGADO!

Outros resultados:
Lusitano Vildemoinhos - Oliveira Frades 1:1
Molelos - Sampedrense 1:1
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Oliveira Frades2110314
Sampedrense2110214
Académico Viseu2101323
Sátão2101113
Lusitano Vildemoinhos2011241
Molelos2011131

Infantis academistas dão cambalhota no marcador e vencem jogo complicado

video

Académico Viseu - Cinfães 5:2
Golos Académico Viseu: Rafa(18, 36 min), Vasquinho (32 min), Miguel Loureiro (46 min), Raul (48 min)
Golos Cinfães: Nunes (17 min), Raul (33 min, autogolo)
Académico Viseu: Mário, Vasquinho, Nuno, Kiki, Gonçalo, Melo, Rodrigo, Rafa, Miguel Loureiro, Raul, Diogo Paiva e Pedro Farias.
Treinador: João Figueira.
Cinfães: César, Nunes, Vieira, João, Rebelo, Marco, Diogo M., Alex, Diogo,  Botelho e Zé.
Árbitros: Carlos Silva e Daniel Ferreira.

Os infantis A academistas defrontam a equipa do Cinfães neste terceiro jogo da fase final.
O primeiro remate de perigo acontece no primeiro minuto tendo Gonçalo como o autor do mesmo que passa muito perto da baliza de César. Dois minutos a seguir Rafa desmarca Raul que aparece descaido na esquerda e remate um pouco por alto.
A pressão academista é intensa e não deixa a equipa cinfanense se aproximar com perigo da baliza contrária.
Aos 8 minutos livre de Nunes que passa perto da baliza academista. Na resposta é Melo a desmarcar Rafa que isolado permite a defesa de César.
Aos 14 minutos remate forte de Nuno que passa perto da baliza cinfanense tal como o remate no minuto seguinte de Rafa.
Coroando a subida de produção da equipa cinfanense aos 17 minutos surge o golo com um remate de Nunes cruzado que só para nas redes de Mário.
Na resposta Gonçalo cruza e Rafa á segunda tentativa restabelece o empate.
Aos 23 minutos remate forte de Nuno para defesa de César. A equipa academista procura fazer o golo que permita concretizar a volta no marcador.
Chega-se ao intervalo com um empate no marcador com os academistas a sentirem dificuldades apesar de uma boa entrada na partida.

No primeiro minuto Melo entra na área e remata para defesa de César. No seguimento do canto Nuno aparece a cabecear
Aos 32 minutos jogada de insistẽncia de Raul que sobre a linha consegue o cruzamento para Vasquinho remata e faz o golo.
No minuto seguinte Raul mostra-se infeliz e introduz a bola nas suas redes.
Aos 36 minutos lance de insistẽncia de Rafa com este a entrar bem na área sendo derrubado na área por João. Chamado a marcar Rafa marca bem o mesmo e coloca novamente os academistas na frente do marcador.
Aos 46 minutos novo golo viria s surgir quando Gonçalo remata bem obrigando César a uma defesa incompleta e Miguel Loureiro consgue encostar para novo golo.
Dois minutos depois Raul tem uma boa jogada individual conseguindo entrar na área e desfere um remate indefensável ampliando a vantagem para a sua equipa.
Aos 52 minutos boa jogada individual de Diogo M que centra bem mas Alex chega um pouco atrasado. Cinco minutos depois Melo . Na resposta Nunes aparece a aproveitar uma desatenção na defensiva academista e remata ao poste da baliza de Mário.
Out: baixa de ritmo. Os academistas entraram bem na partida disfrutando de algumas boas oportunidades mas depois a intensidade dada à partida foi baixando dando azo a uma maior reação dos cinfanenses que até se colocaram na frente do marcador.
In: segunda parte academista. Os academistas foram subindo de produção ao longo da partida. Souberam reagir da melhor forma à adversidade de se verem em desvantagem no marcador e com uma entrada dominadora nos derradeiros 30 minutos conseguiram assumir por inteiro o domínio da partida e com isso dar a cambalhota no marcador.
Melhor em campo: Rafael. É um jogador que luta sempre em todos os lances disputados e foi a par de Vasquinho um dos grandes desequilibradores da equipa academista. Para além disso premeia a exibição com a obtenção de dois golos.

Outros resultados:
Vale Açores - Pinguinzinhos 3:1
Repesenses - Cracks Lamego 6:2
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Académico Viseu33001569
Vale Açores320114126
Repesenses320111106
Pinguinzinhos31021163
Cinfães310212213
Cracks Lamego30035130

03 abril 2015

Juniores academistas eficazes arrancam bem a fase final

video

Académico Viseu - Lusitano Vildemoinhos 3:1
Golo Académico Viseu: Rafael Silva (10 e 50 min), Micoli (27 min)
Golo Lusitano Vildemoinhos: Pepe (84 min)
Académico Viseu: Elísio, Pedro Pereira (Formoso, 84 min), Pedro Santos, Eduardo, Rafael Silva (Carlos, 73 min), Rafael Barreiros, Micoli (Gonçalo, 67 min), Benjamim, Tiago, Rafael Marques, Rodrigo.
Suplentes não utilizados: Fábio, Lopes, Vasco e Mendes.
Treinador: Rui Lage e Tiago.
Lusitano Vildemoinhos: Fábio Lopes, Mauro (Pepe, 70 min), Miguel Marques, Lucas, Tiago Francisco, Daniel Pereira, Daniel Amaral, Rafael Santos, Yuri, Miguel Silva (Tiago Guerra, 23 min) e Leitão(Rui Abade, 70 min).
Suplentes não utilizados: Lucka, André Ferrão, Rafael Rolo e Hugo.
Treinador: João Costa.
Cartão amarelo:
Académico Viseu: Benjamim (38 e 61 min), Pedro Pereira (63 min), Gonçalo Sousa (71 min), Tiago (86 min)
Lusitano Vildemoinhos: Yuri (20 min), Leitão (50 min), Daniel Pereira (82 min)
Cartão vermelho:
Académico Viseu: Benjamim (61 min)
Árbitro: Bruno Pereira, Auxiliares: David Cardoso e João Casegas.

Este é o primeiro jogo da fase final do Campeonato Distrital de Juniores. Nada melhor que um grande derby para despertar atenções e isso trouxe bastante gente ao Fontelo em dia feriado.
Aos 2 minutos remate de Yuri a obrigar Elísio a boa defesa para canto. Melhor inicio de partida por parte da equipa trambela tendo mais posse de bola.
Aos 5 minutos Micoli ganha a bola em zona avançada ao defesa contrária centrando mas nenhum dos seus colegas consegue o remate final.
No minuto seguinte novamente Yuri a rematar colocado para grande defesa de Elísio.
A resposta academista dá-se aos 10 minutos com Pedro Pereira a centrar da melhor forma para a bola passar por dois defesas contrárias e ao segundo poste Rafael Silva aparece a encostar para o golo.
Aos 14 minutos lance contestado na área lusitana com a bola a ir acidentalmente à mão do defesa contrário. Parece bem ajuizado.
Apesar de uma melhor entrada do Lusitano Vildemoinhos acabe por ser o Académico a colocar-se na frente do marcador.
Aos 20 minutos Yuri é amarelado numa jogada contestada pela equipa trambela.
Sete minutos depois Micoli acredita numa disputa de bola com o guarda-redes contrário e antecipa-se a este fazendo o segundo golo na partida.
No minuto seguinte Elísio tem uma grande defesa após cruzamento de Mauro. No seguimento do lance é Yuri a rematar para nova defesa do guarda-redes academista.
O Lusitano pressiona na procura do golo que reduza a sua desvantagem e aos 33 minutos no seguimento de um canto Tiago Francisco aparece a subir mais alto que a defensiva academista a cabecear à barra da baliza local.
Partida com uma toada bastante equilibrada sem grandes momentos para ambas as balizas.
Chega-se ao intervalo com uma vantagem parcial para os academistas fruto de uma maior eficácia que souberam aproveitar as oportunidades criadas.

Começa a segunda parte sem mexidas em ambas as equipas.
Aos 50 minutos novo golo viria a surgir no seguimento de um livre a castigar falta em zona frontal sobre Micoli. Chamado a marcar Rafael Silva remata colocado fazendo o terceiro golo da equipa academista. A resposta lusitana dá-se aos 54 minutos num remate de Rafa Santos a ver o mesmo embater novamente na barra da baliza de Elísio.
Duro revés para os academistas com a expulsão de Benjamim.
Aos 64 minutos remate de Yuri para defesa atenta de Elísio. Aos 76 minutos cruzamento de Pedro Pereira para Rafael Marques assistir Gonçalo Sousa que perante Fábio Lopes vê este ultimo a ter uma boa defesa.
Aos 81 minutos remate de Pepe muito por alto mas que consegue um grande golo quando remata de muito longe a conseguir bater a oposição de Elísio.
A equipa do Lusitano Vildemoinhos tenta o golo e aos 90 minutos Yuri desmarca Tiago Guerra que em boa posição tem um pontapé na atmosfera.
Muitos passes perdidos que reduz a qualidade global da partida.
Vitória academista fruto de um melhor aproveitamento de algumas das ocasiões criadas e que permitiram obter uma vantagem preciosa que na segunda parte após a obtenção do terceiro golo e em desvantagem numérica souberam preservar de forma exímia.
Arbitragem com critério desigual em termos disciplinares na análise de lances semelhantes e que tornaram a sua missão alvo de protestos dos muitos adeptos que encheram o estádio 1º Maio tornando este jogo ainda mais especial.
Out: eficácia lusitana. Apesar de ter boas oportunidades para marcar os jogadores lusitanos não foram eficazes e veriam os academistas a mostraram mais "faro" para o golo e com isso obter uma vantagem que lhe daria a vitória final.
In: coesão academista. Os academistas mostraram uma enorme coesão e espírito de luta que os fez vencer esta partida. Mesmo em desvantagem numérica os academistas conseguiram tapar todos os espaços e com isso criar muitas dificuldades aos jogadores da equipa forasteira e assim segurar uma vantagem alcançada que lhes permite entrar da melhor forma nesta fase final da prova.



Outros resultados: 
Sampedrense - Sátão 1:0
Oliveira Frades - Molelos 2:0
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Académico Viseu1100313
Oliveira Frades1100203
Sampedrense1100103
Sátão1001010
Lusitano Vildemoinhos1001130
Molelos1001020

30 março 2015

Derrota academista decidida em pormenores

Académico Viseu - Carregal Sal 3:4

Os benjamins sub10 B academistas procuravam obter uma vitória frente a um adversário que tidefrontavam uma tinha ganho por largos números na primeira jornada desta fase.
Foi um jogo bastante dividido com ambas as equipas a procurarem o golo e que seria decidido em pequenos pormenores a favor da equipa forasteira.

NOTA: Gostaria de pedir a quem assistiu a esta partida e me possa enviar informações sobre o mesmo que o faça para jorge.miguel.sa@gmail.com. O meu OBRIGADO!

Outros resultados:
Lusitano Vildemoinhos - Viseu Benfica 2:4
Canas Senhorim - Vouzelenses 1:7
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Carregal Sal22001436
Viseu Benfica2200736
Lusitano Vildemoinhos2101443
Vouzelenses2101733
Académico Viseu2002470
Canas Senhorim20021170

Benjamins perdem derby viseense

Académico Viseu - Repesenses 1:6

Os benjamins sub10 A academistas defrontavam uma das maiores fortes candidatas à conquista do titulo neste escalão o Repesenses.
Apesar dos academistas se mostrarem afoitos na procura da vitória os repesenses conseguiram ser a melhor equipa e conseguir uma vitória que lhe permite continuar na liderança na tabela classificativa.

NOTA: Gostaria de pedir a quem assistiu a esta partida e me possa enviar informações sobre o mesmo que o faça para jorge.miguel.sa@gmail.com. O meu OBRIGADO!

Outros resultados:
Pinguinzinho - Crasto 0:4
Nelas - Cracks Lamego 3:1
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Repesenses22001216
Crasto22001126
Nelas2101583
Cracks Lamego2011241
Académico Viseu2011271
Pinguinzinho20020100

Lobos vencem derby viseense


Académico Viseu - Repesenses 0:2

NOTA: Gostaria de pedir a quem assistiu a esta partida e me possa enviar informações sobre o mesmo que o faça para jorge.miguel.sa@gmail.com. O meu OBRIGADO!

Outros resultados:
Gondomar - Gafanha 3:0
Fiães - Avanca 3:1
Beira Mar - Oliveirense 3:0
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Fiães10514121249
Oliveirense10334141245
Gafanha10334101343
Gondomar1046012439
Avanca10523151231
Repesenses10334111426
Beira Mar101638922
Académico Viseu1032561221


28 março 2015

Golos em momentos chave asseguram vitória infantil academista

video

Cracks Lamego - Académico Viseu 1:3
Golos Académico Viseu: Melo, Rafael e Gonçalo.
video
Os iniciados academistas deslocavam-se a Lamego para defrontar a equipa local dos Cracks de Lamego, procurando a segunda vitória nesta fase final.
Os academistas foram-se mostrando sempre mais dominadores e rematadores com Melo a ser o autor de um remate de longe e que resulta no primeiro golo que dava justiça ao marcador.
O marcador viria a ser ampliado ainda na primeira parte na sequẽncia de um livre marcado por Rafael Ferraz que assim dava uma maior segurança aos academistas.
A segunda parte mostrou uns academistas bastante maduros e que na altura em que os lamecenses reagir souberam controlar e viriam a conseguir novo golo desta vez com Gonçalo Pereira a ser o autor do mesmo.
Até ao final apesar dos Cracks de Lamego terem reduzido os academistas conseguiram gerir da melhor forma a sua vantagem e obter uma vitória importante que lhes dá a liderança na prova.   

Outros resultados:
Repesenses - Pinguinzinhos 2:1
Cinfães - Vale Açores 9:7
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Académico Viseu22001046
Repesenses2101583
Pinguinzinhos21011033
Vale Açores210111113
Cinfães210110163
Cracks Lamego2002370

25 março 2015

Ineficácia penalizadora para academistas

Gondomar - Académico Viseu 1:0

Outros resultados:
Gafanha - Avanca 0:1
Oliveirense - Fiães 2:0
Repesenses - Beira Mar 2:2
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Fiães941471146
Oliveirense933314945
Gafanha9333101043
Gondomar93609436
Avanca952214931
Repesenses923491423
Académico Viseu932461021
Beira Mar90635919

21 março 2015

Derby aceso tende para Viseu 2001


Académico Viseu - Viseu 2001 1:3
Golo Académico Viseu: Tiago (32 min)
Golos Viseu 2001: Martim (23 min), Miranda (30 min) e Telmo (38 min).
Académico Viseu: Gustavo, Rodrigo Coelho, Miguel Sousa, Gonçalo Carvalho, Ivan, Tiago, Rodrigo Videira e Ricardo Gonçalves.
Viseu 2001: Gonçalo, Tomás, Miranda, Borges, Telmo, Diogo, Martin, Tiago, Farias e Bernardo.
Treinador: Diogo e David.
Treinador: Nuno.
Árbitros: João Casegas e Luís Cabral.

Este era um derby no escalão de Benjamins sub 11 que marcava o inicio da fase derradeira da prova.
O primeiro remate a uma das balizas acontece para os academistas com Rodrigo Gaspar a ser o autor do mesmo.
O Viseu 2001 assume o domínio da partida tendo mais posse de bola e aos 4 minutos Telmo remata forte um pouco ao lado da baliza academista.
O mesmo jogador viria aos 11 minutos a barra da baliza academista devolver um dos seus remates.
Seis minutos depois Telmo bem desmarcado por Tomás obriga Gustavo a boa defesa evitando assim o abrir do marcador.
Aos 21 minutos Tomás remata colocado e Gustavo responde com boa defesa.
Dois minutos depois desentendimento na defensiva academista onde Martim consegue adivinhar o mesmo e em boa posição remata bem e abre o marcador a favor da equipa forasteira.
Vitória ao intervalo para o Viseu 2001 que acabava por se ajustar face ao maior ascendente desta equipa.

Os academistas procuram nesta segunda parte o golo que lhes permitisse procurar um resultado mais positivo e aos 27 minutos Miguel Sousa centra bem mas Tiago chega um pouco atrasado ao mesmo.
Na resposta Miranda remata para defesa atenta de Gustavo.
O Viseu 2001 viria a conseguir novo golo aos 30 minutos quando Miranda de muito longe consegue o remate que bate Gustavo.
Na resposta Ivan remata de muito longe obrigando Bernardo a defesa a dois tempos.
O Académico parece estar a reagir bem ao golo e aos 32 minutos viria a conseguir o golo quando Rodrigo Gaspar consegue roubar a bola ao defesa contrário desmarcando logo de seguida Filipe que remate cruzado fazendo o golo.
Quando se esperava que os academistas conseguissem partir para uma maior pressão na busca pelo empate, os jovens academistas deram algumas liberdades aos jogadores contrários para rematar e numa dessas situações Telmo tem uma boa jogada individual e remata colocado quase que sentenciando a partida.
Aos 41 minutos Rodrigo Gaspar remata colocado vendo a bola passar perto da baliza contrária. Três minutos depois Borges remata para defesa de Gustavo.
Até ao final nada mais de realce aconteceu e desta forma o Viseu 2001 consegue uma vitória que acaba por se ajustar.
Arbitragem tranquila sem grandes problemas.



Outros resultados:
Pestinhas - Cinfães :
Cinfães - Ceireiros :

Infantis Academistas dominadores entram com pé direito na fase final


Académico Viseu - Repesenses 7:3
Golos Académico Viseu: Diogo Gouveia (3, 5 e 18 min), Vasquinho (27 e 30+2 min), Raul (30 min), Diogo Paiva (44 min)
Golos Repesenses: David Sousa (10 e 22 min), Rodri (33 min)
Académico Viseu: Mário, Kiki, Nuno, Guilherme Melo, Rafael Ferraz, Diogo Gouveia, Raul, Diogo Paiva, Vasquinho, Rodrigo Silva, Gonçalo Pereira, Toni.
Treinador: Zé Henrique.
Repesenses: João, Salu, Márcio, Diogo Fonseca, David Sousa, Renato, Jacques, Gonçalo, Rodri, Xico, António e Guilherme
Treinador: Fernando Loureiro.
Árbitros: Jorge Rei e João Amaral
Os academistas entraram melhor na partida e logo no primeiro minuto ficaram perto do golo quando Diogo Gouveia remata na passada perto da baliza defendida por João.
Dois minutos depois o golo viria mesmo a surgir quando Diogo Gouveia se consegue superiorar ao defesa contrária e cabeceia levando a bola a sobrevoar João antes de se anichar nas redes contrárias.
Dois minutos depois lance dividido na área forasteira com Rafael Ferraz a ser tocado pelo defesa contrária. Chamado a marcar Diogo Gouveia mostra a calma necessária para fazer o remate que resulta no segundo golo academista.
Os academistas dominavam estes minutos iniciais da partida e aos 6 minutos Melo desmarca Diogo Gouveia que de primeira faz o remate cruzado que passa a centímetros do poste da baliza contrária.
Aos poucos a equipa do Repesenses consegue equilibrar a partida e mesmo assumir o domínio da partida e isso viria a ser coroada com um golo aos 10 minutos. O mesmo resulta de um cruzamento de Renato a solicitar David Sousa que de forma acrobática faz o golo que coloca a sua equipa na disputa pelo resultado final.
A resposta academista dá-se aos 13 minutos com cruzamento de Rafael para Diogo Gouveia não conseguir o remate final.
No minuto seguinte novo cruzamento de Raul para Diogo Gouveia cabecear para defesa a dois tempos de João.
Aos 16 minutos livre frontal para Diogo Fonseca ter um remate forte mas sem a melhor direcção.
Dois minutos a seguir Melo desmarca bem Diogo Gouveia que remata colocado fazendo o hattrick na partida e dando uma maior segurança à equipa academista.

Aos 22 minutos David Sousa desfere um remate de muito longe que só para nas redes academistas.
O jogo mostrava-se empolgante com ambas as equipas a procurarem o golo e aos 27 minutos Gonçalo Pereira consegue subir bem no terreno e na altura exacta consegue desmarcar da melhor forma Vasquinho que perante João faz o quarto golo da equipa academista.
Sobre o minuto 30 novo golo academista viria a ser alcançado quando após um livre a favor do Repesenses, Mário consegue a defesa e lança logo o contra-ataque onde Raul se mostra superior que a defensiva contrária e após uma primeira defesa de João consegue o quinto golo da sua equipa.
No tempo de descontos novo lance de contra-ataque conduzido da melhor forma pelos academistas com a bola a chegar a Vasquinho que mostra uma enorme frieza e consegue o segundo golo da conta pessoal e dando uma maior tranquilidade para a sua equipa.
Vitória justa dos academistas que se mostraram superiores na maioria do tempo desta primeira parte e que alcança uma vantagem com alguma margem de gestão para os derradeiros 30 minutos.

A segunda parte começou com os forasteiros a procurarem o golo que lhes permitisse entrar novamente na disputa pelo resultado final. Logo no primeiro minuto é Diogo Fonseca a mostrar esse intento rematando bem mas vendo Mário a ter boa defesa.
Aos 32 minutos a equipa repesense viria mesmo a conseguir o golo quando após uma troca de bola por diversos jogadores da sua equipa é criado o desequilibrio no lado direito da defesa academista, no qual Rodri aproveita para aparecer isolado e rematar para o golo repesense.
Os academistas reagiram bem ao golo sofrido e no minuto seguinte Diogo Gouveia aparece isolado a rematar bem mas vẽ João a conseguir uma grande defesa evitando assim o golo da equipa academista.
Aos 37 minutos Gonçalo Pereira consegue subir bem na ala direita e desfere um remate sem a melhor diecção.

Na resposta David Sousa e em seguida António aparecem em boa posição para fazer o golo mas vẽm Mário negar-lhes o golo com duas grandes defesas.
Aos 44 minutos a partida viria a ser sentenciada quando num grande lance de contra-ataque conduzida por Diogo Gouveia este tẽm uma boa leitura de jogo para desmarcar Diogo Paiva que entra bem na área contrária e remata para o sétimo golo da sua equipa acabando com as dúvidas do vencedor da partida.
Aos 49 minutos Márcio aparece em boa posição a rematar forte mas sem a melhor direcção. Dois minutos a seguir é Jacques que remata forte para vẽ Mário negar-lhe oi golo.
Aos 52 minutos Diogo Gouveia desmarca bem Guilherme Melo que em boa posição remata fraco para defesa fácil de Guilherme.
Trẽs minutos depois surge a expulsão de Diogo Gouveia resultado de uma má decisão da dupla de arbitragem onde o jogador academista não mostrou a frieza necessária e contestou de forma errada esse juízo.
Mesmo reduzido a 6 jogadores os academistas nunca se desuniram e não permitiram que a equipa do Repesenses cria-se oportunidades de golo.
Seriam mesmo os academistas que teriam a melhor oportunidade de golo quando Rafael Ferraz aparece isolado e ultrapassando Guilherme vê o seu remate passar muito perto da baliza repesense.
Arbitragem foi acumulando diversos erros em prejuizo de ambas as equipas e que desta forma condicionou em demasia o jogo.

Out: exemplos. Continuo a referir a mesma situação de os adultos, nomeadamente treinadores e dirigentes serem um exemplo para estes jovens jogadores em termo de conduta. É uma pena estes adultos levaram para o jogo frustações e transformarem o jogo e tudo o que de belo ele tem numa guerra e num "não exemplo" de comportamentos e atitudes.
In: exibição academista. Os academistas conseguiram-se mostrar mais fortes durante grande parte da partida e realizou uma exibição de grande nível. Sem dar margem de manobra aos repesenses, os academistas cometeram poucos erros e com isso criaram oportunidades de golo que foram sabendo aproveitar e com isso alcançar uma vitória preciosa.

Outros resultados:
Pinguinzinhos - Cinfães 9:1
Vale Açores - Cracks Lamego 4:2
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Pinguinzinhos1100913
Académico Viseu1100733
Vale Açores1100423
Cracks Lamego1001240
Repesenses1001370
Cinfães1001190

15 março 2015

Iniciados empatam em jogo de muita entrega


Académico Viseu - Gafanha 0:0
Académico Viseu: Tomé, Vouzela, Filipe, Costa, Nuno, David Amaral, Diogo Matos (Tiago Salgado, 45 min), Nené, Diogo, Rúben (João, 67 min), Gustavo.
Suplentes não utilizados: Rodrigo, Lourenço, Vasco, João Bacalhau.
Treinador: Carlos Santos.
Gafanha: Cristóvão, Miguel Cunha, Guilherme Sousa, Bernardo, Bernardo Guerreiro, Eduardo, Tomás Jorge (Joel Cardoso, 63 min), Igor, Alexandre, Samuel Costa, Guilherme Salvador (Afonso Modesto, 55 min).
Suplentes não utilizados: Filipe Amaral, Carlos Sousa.
Treinador: Wiliam Silva.
Cartão amarelo:
Académico Viseu: David Amaral (30 min), Gustavo (66 min)
Gafanha: Samuel Costa (53 min), Afonso Modesto (70+ 3 min)
Árbitro: António Castro, Auxiliares: Adão Zério, Albino Carmezim (A.F. Bragança)

Aos 2 minutos canto marcado por Nené com Filipe a conseguir ser mais forte que a defensiva forasteira.
Na resposta é Guilherme Salvador a rematar fraco para defesa fácil de Tomé.
Os academistas tem mais posse de bola e aos 10 minutos novo canto de Nené com Costa a cabecear sem a melhor direcção.
Partida mais equilibrada com o Gafanha a ter agora maior percentagem de posse de bola.
Aos 18 minutos lance de muito perigo para a equipa do Gafanha num livre em zona privilegiada mas onde Guilherme Sousa não tem o melhor remate.
Sobre o apito para o intervalo centro de Gustavo para Diogo Matos não conseguir dar o melhor seguimento.

As equipas regressam para a segunda parte sem mexidas.
Aos 39 minutos boa jogada de Rúben a centrar mas com Gustavo a chega  r um pouco atrasado.
Dois minutos depois Guilherme Sousa num atraso quase que surpreende o seu guarda-redes. Valeu a direcção não ser a baliza forasteira.
Na resposta Costa sobre a linha de golo consegue evitar o golo após remate de Alexandre que consegue superiorizar-se à defensiva academista.
Aos 44 minutos novamente Alexandre colocar à prova Tomé. Na resposta David Amaral tem boa jogada mas onde lhe faltou o remate para o golo quando a baliza estava à sua mercê. Uma pena..
Aos 55 minutos Samuel no seguimento de um canto consegue ser mais forte que a defensiva e cabecear para defesa de Tomé. Cinco minutos depois Rúben em boa posição remata muito por alto.
Aos 66 minutos cruzamento de Tiago Salgado mas ao qual Diogo Matos e Gustavo não conseguem fazer o remate para o golo.
Período final onde os academistas pressionaram mas sem conseguir o golo que lhes permitisse a conquista da vitória.
Empate final num jogo em que os academistas demonstraram um espirito guerreiro e que até disfrutaram das melhores oportunidades para marcar mas sem conseguir esse desidrato.
Arbitragem com alguns erros sobretudo no juízo dos foras de jogo.
Out: eficácia academista. Foi o ponto menos positivo numa boa exibição academista e onde a equipa local disfrutou de algumas oportunidades para marcar mas onde a eficácia local não permitiu a conquista de uma vitória final.
In: intensidade do jogo . Foi um jogo bastante intenso e em que as equipas disputaram todos os lances até ao limite. Com isso o nível de emotividade e intensidade foi alto e que prendeu os adeptos ao jogo.
Melhor em campo: Guilherme Sousa. Simplesmente intransponível este jogador da equipa forasteira. Com um bom sentido posicional Guilherme Sousa ganhou todos os duelos que foi travando com os avançados academistas e com isso foi um bastião na sua defensiva. Nos minutos finais subiu no terreno e já no ataque mostrou a sua versatilidade e com isso a sua exibição fica na retina.

Outros resultados:
Avanca - Oliveirense 1:1
Fiães - Repesenses 2:1
Beira Mar - Gondomar 0:1
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Fiães84137946
Gafanha833210943
Oliveirense823312942
Gondomar82608433
Avanca842213928
Repesenses822471222
Académico Viseu83236921
Beira Mar80533718

14 março 2015

Eficácia dos Infantis sub10B academistas dita derrota no fecho da 1ª fase

Viseu Benfica - Académico Viseu 3:1
Golo Académico Viseu: João Pedro.
Académico Viseu: Dénis, J.Pedro, Duarte, Rodrigo, Guilherme, Marco, Tomás; Gustavo, Luis M, Gonçalo F, Gonçalo D e Catarina.
Treinador: Cristiana Malho

Entramos a disputar o jogo, com algumas oportunidades para os dois lados. Ao terminar a primeira parte, há um canto em que não há cobertura e fazem o 1.0
Logo a abrir a segunda parte, sofremos uma golo da mesma forma, não ha cobertura e o Dénis não ve a bola partir, 2.0! Logo a seguir uma má decisão do arbitro, em que alguem remata e a bola bate na Barriga do Duarte, e é marcado Grande Penalidade contra nós.
Após este momento só deu Académico, onde os academistas passaram a jogar só no campo do Viseu Benfica, mas sem conseguir finalizar.
Na entrada dos últimos 10 minutos, um atraso do Viseu Benfica ao GR que é penalizado com um livre indireto dentro da área do Viseu Benfica.
J. Pedro concretiza num remate colocado. 3.1
Ainda antes de terminar o jogo, um lance em que Luís Miguel finta 2 e ao terceiro é derrubado dentro da área mas o arbitro nada assinalou.

11 março 2015

Iniciados academistas vencem e alimentam esperança de manutenção


video

Beira Mar - Academico Viseu 0:2
video
Os iniciados academistas deslocavam-se a Aveiro para defrontar a equipa do Beira Mar, num duelo onde a conquista de pontos era importante na luta que ambas as equipas travam pela manutenção.
A primeira parte foi equilibrada onde ambas as equipas acabariam por se anular e desta forma o nulo seria o resultado com que ambas as equipas regressariam aos balneários.
A segunda parte trouxe uma equipa academista mais eficaz e que conseguiu marcar em duas situações e desta forma alcançar uma vitória preciosa.

NOTA: Gostaria de pedir a quem assistiu a esta partida e me possa enviar informações sobre o mesmo que o faça para jorge.miguel.sa@gmail.com. O meu OBRIGADO!

Outros resultados:
Fiães - Gondomar 0:0
Avanca - Repesenses 2:0
Oliveirense - Gafanha 1:2
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Fiães73135843
Gafanha732210942
Oliveirense722311841
Gondomar71607430
Avanca741212827
Repesenses722361022
Académico Viseu73136920
Beira Mar70523618