20 Setembro 2014

"Lobos" vencem iniciados academistas


Académico Viseu - Repesenses 0:1
Golo Repesenses: Pedro Loureiro (13 min)
Académico Viseu: Tomé, Diogo (André Amaral, 70 min), Filipe, João Costa, João Lourenço, Marco, Diogo Teixeira, Nené, Rúben, João Bacalhau (Vasco, 62 min), Tiago Salgado.
Suplentes não utilizados: Pedro, Diogo Matos, João, Leandro e Eduardo Leal.
Treinador: Santos.
Repesenses: Marcelo, Jesus, Silva, Machado, Patrício, Vitória (Antunes, intervalo), Romeu (Alex, intervalo), Hugo (João Diogo, 58 min), Leandro, Pedro Loureiro (David, intervalo (Bruno, 67 min)) e Covelo.
Suplentes não utilizados: Guilherme, Errais.
Treinador: Ricardo Fernandes.
Cartão amarelo:
Académico Viseu: João Costa (53 min)
Repesenses: Covelo (51 min), Alex (59 min), Silva (64 min), João Diogo (70+ 1 min), Patrício (70+ 3 min)
Árbitro: Joel Miranda, Auxiliares: Alfredo Lemos e João Batista. (A.F. Bragança)


Este era um derby importante para ambas as equipas que procuravam obter a primeira vitória na prova.
O jogo começou com o Repesenses a conseguir ter mais posse de bola mas onde as equipas tinham vários passes errados e desta forma o perigo não chegava às balizas.
Desta forma seria no primeiro lance de real perigo que o marcador viria a funcionar quando após uma longa desmarcação Pedro Loureiro aparece isolado perante Tomé mostrando frieza suficiente para um remate que só para nas redes academistas.
O Académico tenta reagir ao gol sofrido e aos 21 minutos Rúben tem a primeira ocasião para rematar com perigo vendo o mesmo passar perto da barra da baliza repesense.
Contudo cabia à equipa repesense a maior percentagem de posse de bola, conduzindo com mais perigo a mesma e aos 30 minutos Romeu remata com perigo valendo Tomé a esticar-se para uma boa defesa.
Chegava-se ao intervalo com um resultado parcial favorável a turma azul que premiava o seu melhor futebol.
Os academistas pareceram vir rejuvenescidos dos balneários e com mais pendor atacante e logo aos 38 minutos Nené em zona frontal remata com perigo para a baliza contrária.
A resposta do Repesenses daria-se aos 45 minutos quando Hugo entra bem na área academista rematando colocado para defesa atenta de Tomé.
Dois minutos a seguir novamente Hugo desta vez a cruzar para Antunes rematar com perigo para a baliza academista.
Os academistas tentavam reagir e aos 53 minutos livre de Nené com João Lourenço a subir mais alto que a defensiva contrária mas a cabecear sem a força necessária.
No minuto seguinte é Filipe a cabecear sem a melhor direcção.
A equipa do Repesenses soube sempre controlar as investidas academistas que por vezes se mostravam algo "apressadas" e sem o devido esclarecimento o que ajudava a missão repesense.
Com isto os "lobos" repesenses viriam a conseguir preservar uma vantagem que lhe daria a primeira vitória na prova.
Arbitragem tranquila embora com alguns lapsos que em nada influenciaram no resultado final.

Out: precipitação academista. Os academistas mostraram-se algo nervosos e precipitados na planificação do seu ataque e com isso tiveram bastantes passes errados. Com isso a sua missão de dar a volta a um resultado adverso mostrou-se inglória e sem resultados práticos.
In: organização repesense. Do outro lado a equipa Repesenses mostrou que trazia a lição bem estudada e com uma melhor troca de bola sempre que pressionou os academistas criou perigo para a baliza academista. Para além disso depois de ter marcado os forasteiros mostraram-se organizados na preservação da vantagem alcançada mesmo perdendo algum tempo de forma astúcia.
Outros resultados:
Fiães - Avanca :
Gondomar - Beira Mar :
Sanjoanense - Oliveirense :
Feirense - Gafanha

19 Setembro 2014

Obrigado Fábrica pelo apoio dado às nossas camadas


Gostaríamos de agradecer Fábrica pelo apoio dado às nossas camadas jovens!

14 Setembro 2014

Iniciados perdem em deslocação a Avanca

video

Avanca - Académico Viseu 2:1

Os iniciados academistas deslocavam-se a Avanca na procura da primeira vitória na prova.
Foi um jogo em que ambas as equipas procuraram o golo mas onde o resultado final fica marcado pela actuação do trio de arbitragem.
Com duas grandes penalidades por assinalar a favor dos academistas e um golo, o da vitória, resultante de uma ação faltosa sobre Filipe a actuação de João Calado fica intimamente relacionada com o resultado em prejuizo para os academistas.
Nota: Gostaria de pedir a vossa colaboração, caso possuam mais informações sobre este jogo. Podem enviar as mesmas para o mail: jorge.miguel.sa@gmail.com. Obrigado desde já!

Outros resultados:
Repesenses - Feirense 0:2
Beira Mar - Fiães 0:3
Oliveirense - Gondomar 0:0
Gafanha - Sanjoanense 0:2
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Sanjoanense3210527
Fiães3120525
Feirense3120425
Beira Mar3111464
Avanca3011554
Oliveirense3030113
Gondomar3030113
Académico Viseu3021342
Gafanha3021132
Repesenses3012361

07 Setembro 2014

Empate em derby de bolas paradas

video

Académico Viseu - Beira Mar 2:2
Golo Académico Viseu: Filipe (4 min), Marco (44 min)
Golo Beira Mar: Rafa (33 min), Pires (65 min)
Académico Viseu: Tomé, Marco, Filipe, Costa, Lourenço, Vasco, Diogo, Nené, Rúben, Bacalhau (Diogo Matos, 66 min) e Salgado.
Suplentes não utilizados: Pedro, André, João, Leandro, Rodrigo e Eduardo.
Treinador: Carlos Santos.
Beira Mar: Xico, Alain, Pires, Robim, Diogo, Rafa, Faustino, Tomás, Melo (Edu, 60 min), Jorge ( e Samuel.
Suplentes não utilizados: Álvaro.
Treinador: Joaquim Pereira.
Cartão amarelo:
Beira Mar: Faustino (65 min), Edu (67 min), Robim (70+ 1 min)
Árbitro: André Santos, Auxiliares: Fábio Nunes e Luis Sousa. (A.F. Vila Real)
Os iniciados defrontam neste derby centrista a equipa do Beira Mar.
Bom começo dos academistas que aos 4 minutos viriam a conseguir o golo no seguimento de um livre marcado por Nené com Filipe a conseguir dar o melhor seguimento ao mesmo colocando os academistas na frente do marcador.
Aos 15 minutos  Samuel aparece isolado frente a Tomé mas remata muito por alto gorando assim uma grande ocasião para a equipa beiramarense. Dois minutos depois novamente Samuel a ser bem desmarcado por Jorge mas o lance é anulado por fora de jogo.
O Beira Mar está a conseguir reagir bem ao golo feito de forma muito prematura.
Fruto desta pressão iria surgir o golo do empate na marcação de uma grande penalidade aos 33 minutos. O lance foi concretizado por Rafa dando assim alguma justiça ao marcador.
Aos 44 minutos da partida surge o golo academista quando num livre marcado por Nené, Marco superioriza-se à defesa contrária cabeceando para o segundo golo academista.
Dois minutos depois Samuel ganha o lance ao defesa academista centrando bem para Rafa rematar para defesa de Tomé.
Tal como na primeira parte os forasteiros tem que procurar o golo do empate mas por enquanto sem criar oportunidades de perigo para a baliza academista.
Aos 64 minutos contudo surge o golo do empate novamente num lance de bola parada, desta vez num canto marcado por Rafa com Pires a conseguir subir mais alto que toda a defesa local e faz o golo.
No minuto seguinte remate de Faustino a dar sensação de golo aos seus adeptos.
O Beira Mar está por cima da partida e consegue ter mais posse de bola e aos 66 minutos Samuel em boa posição remata muito perto da baliza academista.
Ambas as equipas procuram o golo e aos 72 minutos Rafa consegue se superiorizar ao defesa contrário mas sem conseguir o golo
Empate final que acaba por se ajustar.
In: bolas paradas. Cada vez mais é uma componente decisiva e desta forma aproveitada pelas equipas na obtenção de golos. Nesta partida os 4 golos resultaram de lances de bola parada. Um aspecto que pareceu ter sido trabalhada em ambas as equipas.
Melhor em campo: Pires. Um patrão na sua equipa e que mostra uma enorme maturidade apesar da sua idade. No eixo central da sua defesa onde se mostrou quase sempre inultrapassável soube ainda comandar a equipa para o ataque. Premiou a sua exibição com o segundo golo da sua equipa e assim permitir o golo do empate.

Outros resultados:
Sanjoanense - Feirense 1:1
Fiães - Oliveirense 1:1
Gondomar - Gafanha 0:0
Avanca - Repesenses 2:2
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Sanjoanense2110324
Beira Mar2110434
Académico Viseu2020222
Feirense2020222
Fiães2020222
Gondomar2020112
Gafanha2020112
Oliveirense2020112
Avanca2011340
Repesenses2011340

Desperdício academista dita empate ingrato


Académico Viseu - Paços Ferreira 0:0
Académico Viseu: Elísio, Tiago, Pedro, Jorge, Tigas, Bié, JP (Rafael, 72 min), Caramelo, David, Simão (Ângelo, 75 min) e Gonçalo.
Suplentes não utilizados: Diogo, Tomé, Cláudio, Caiado, Ribeiro
Treinador: Roger.
Paços Ferreira: Flávio, Igor, Agostinho, Batista, Teixeira,Brás, Bernardo, Edu, Monteiro (Carlão, 35 min), André (Gustavo, 58 min) e Cristiano (Cobra, 67 min).
Suplentes não utilizados: Pedro, Fábio, Kaká, Hélio.
Treinador: Nino.
Cartão amarelo:
Académico Viseu: Bié (80 min)
Paços Ferreira: Batista (58 min)
Árbitro: Rui Silva, Auxiliares: Rúben Clemente e Tiago Mota (A.F. Vila Real)

Os academistas partem para este 4º jogo do Campeonato na procura da sua primeira vitória. 
Os locais entram pressionantes e logo no primeiro minuto após cruzamento de Caramelo, Simão fica a centímetros do toque para o golo. 
Os forasteiros não estão a conseguir sair da sua área face à pressão dos academistas.
Aos 16 minutos Simão aparece a rematar fraco após boa jogada academista.
O primeiro lance de perigo para o Paços de Ferreira surge aos 22 minutos quando após cruzamento de Bernardo, André não consegue dar o melhor seguimento ao mesmo.
O Paços de Ferreira consegue equilibrar a partida e após um período inicial onde estiveram "apertados" face à pressão academistas conseguiram-se libertar da mesma e ter mais posse de bola.
Aos 39 minutos cruzamento de Cristiano para o recém-entrado Carlão cabecear para defesa fácil de Elísio.
A partida chega ao intervalo com um empate no marcador.

No segundo minuto da segunda parte desmarcação perfeita de Tiago a solicitar JP que não consegue rematar da melhor forma gorando-se assim uma boa ocasião para os academistas.
Aos 47 minutos nova ocasião flagrante para os academistas com JP a surgir novamente isolado mas desta vez a rematar muito por cima da barra academista.
A resposta forasteira dá-se aos 49 minutos quando Edu remata de muito longe para boa defesa do guarda-redes Elísio. Quatro minutos depois é a vez de Simão em boa posição a não conseguir o golo.
Na resposta aos 56 minutos Gustavo aparece em boa posição a rematar um pouco ao lado da baliza academista.
Quatro minutos depois Batista no seguimento de um livre obriga Elísio a defesa. Após este lance rápido lance de contra-ataque com Simão a lançar Caramelo que em velocidade ganha o lance e entrando na área aparece isolado e obriga Flávio a grande defesa evitando o inaugurar do marcador.
Muito desperdício para os academistas.
Aos 67 minutos grande ocasião para os forasteiros quando no seguimento de um livre a bola chega a Gustavo que remata na direcção da baliza academista e vale Jorge sobre a linha de golo a evitar o golo.
Três minutos depois é a vez de Gustavo obrigar Elísio a boa defesa.
Aos 77 minutos livre perigoso para os academistas marcado por Gonçalo à malha lateral com os adeptos a gritarem ainda golo que acabava por ser um justo prémio para a boa resposta dada pelos academistas ao longo da partida.
Empate que castiga em demasia os academistas numa partida que estiveram bem mas onde falharam na altura do remate para o golo.
Arbitragem que controlou da melhor forma a partida, conseguindo através da palavra e não da lei do apito cativar os jovens jogadores para a sua missão e isso facilitou-a. Fica só a dúvida num lance na área academista mas em cima do lance (mão do defesa academista) decidiu mandar seguir o lance.
Out: finalização. Uma pena este jogo ter sido marcado pelo nulo. Com boas oportunidades para marcar ambas as equipas mas sobretudo os academistas não conseguiram ter o discernimento preciso para marcar.
In: resposta academista. Por vezes as equipas ganham-se nestes jogos! Após um jogo menos conseguido que foi o do Boavista os jovens academistas deram uma resposta cabal e mostraram o seu querer e entrega realizando uma boa exibição onde só faltou o golo. Foi uma pena para uns jovens que mostraram saber dar a volta a um momento menos bom.

Outros resultados:
F.C.Porto - Penafiel 6:1
Régua - Boavista 0:7
Oliveirense - Leixões 4:1
Feirense - Padroense 3:3
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
F.C.Porto3300929
Leixões4301859
Padroense3210847
Boavista42021656
Oliveirense4121865
Feirense4121775
P. Ferreira4112454
Penafiel40317123
Académico Viseu40222102
Régua40132151

01 Setembro 2014

Iniciados arrancam com empate


Oliveirense - Académico Viseu 0:0

Os jovens iniciados academistas tinham neste fim de semana, o inicio do seu Campeonato.
O primeiro jogo era com a Oliveirense no seu reduto o que elevava a fasquia de dificuldade deste início.
Contudo os academistas mostraram-se empenhados e lutadores conseguindo obter um empate importante num terreno sempre complicado.

NOTA: Pedia a quem assistiu à partida e pudesse enviar-me mais informações da mesma, que o faça para jorge.miguel.sa@gmail.com. Desde já o meu obrigado!
Outros resultados:
Beira Mar - Avanca 2:1
Repesenses - Sanjoanense 1:2
Feirense - Gondomar 1:1
Gafanha - Fiães 1:1
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Sanjoanense1100213
Beira Mar1100213
Gondomar1010111
Feirense1010111
Fiães1010111
Gafanha1010111
Académico Viseu1010001
Oliveirense1010001
Avanca1001120
Repesenses1001120

31 Agosto 2014

Neste dia o nosso blog faz 11 anos.
Penso que a missão a que me propôs continua bem actual e dai a razão da sua continuação e canalizar nele todo o meu carinho apesar de muitas horas "gastas".

Os milhares de quilómetros percorridos com estes jovens fazem-me sentir que o blog é algo importante para estes jovens e acreditem que até que possa contem comigo. Serei uma das vossas vozes, pois por vezes sinto que com a evolução do clube a nível dos seniores, vocês são um pouco esquecidos mas aqui têm um pouco de voz.

Objectivo blog

Pesadelo juvenil

Boavista - Académico Viseu 6:0
Golos Boavista: Tiago Pessoa (10 min), Gabi (25 min), Rúben Gonçalo (36 e 80+1 min), David Gomes (44, 74 min)
Boavista: Fábio, Nuno Rio, Rúben Pereira, Tiago Pessoa, Portela, Tomás (Gui, 63 min), Henrique, Gabi (António, 54 min), David Gomes, Ricardo (Roberto, 47 min), Rúben Gonçalo.
Suplentes não utilizados: João, Igor, Lucas e Kevin.
Treinador: Nelo Tavares.
Académico Viseu: Elísio, Tiago, Pedro Santos, Jorge, Tigas (Tomé, 63 min), Bié, Caiado, David, Gonçalo Sousa (Jota P, 54 min), Caramelo e Ângelo (Simão, 47 min)
Suplentes não utilizados: Diogo, Bernardo, Maurício e Rafa.
Treinador: Roger e Pedro.
Cartão amarelo:
Académico Viseu: Tiago (59 min) e Simão (65 min)
Árbitro: Fábio Pereira, Auxiliares: Martinho Silva e Marco Pereira (A.F.Madeira)

Ambas as equipas procuravam nesta terceira partida do campeonato a sua primeira vitória.
Começou melhor a equipa do Boavista que logo no primeiro minuto disfrutou de uma flagrante oportunidade para marcar mas ao qual Elísio responde com defesa atenta.
No minuto seguinte é a vez de David Gomes em duas situações obrigaram Elísio a mostrar a atenção necessária para evitar o golo boavisteiro.
A resposta academista daria-se aos 4 minutos quando após livre de Gonçalo Sousa, Bié ganha a bola nas alturas mas tanto ele como os seus restantes colegas não conseguem o remate final para o golo.
O marcador viria a ser inaugurado num livre marcado por Tomás com Tiago Pessoa a subir nas alturas batendo a oposição academista colocando os locais na frente do marcador. Um golo algo consentido que enervou os academistas que aos 20 minutos veriam Tomás no eixo central do terreno rematar com muito perigo à baliza forasteira.
No minuto seguinte Ricardo primeiro e depois Portela conseguem rematar com muito perigo para defesas apertadas de Elísio.
Aos 25 minutos Gabi bem solicitado pelo seu defesa Tiago Pessoa consegue ultrapassar o seu defesa e entrando na área academista desfere o remate que só para nas redes academistas ampliando assim a vantagem da sua equipa.
Novo golo bastante consentido pelos academistas que vêm Rúben Gonçalo ficar perto do golo à passagem da meia hora da partida mas sem conseguir vencer a oposição do guarda redes academista.
O marcador viria a ser novamente alterado à passagem do minuto 36 com Gabi a centrar bem e Rúben Gonçalo com muitas liberdades aparecer a rematar para o terceiro golo boavista.
Sobre o apito para o intervalo Gonçalo Sousa marca o livre na ala esquerda do ataque que obriga Fábio a fazer boa defesa evitando assim o golo academista.
Chegava-se ao intervalo com um resultado já alargado fruto de golos bastante consentidos pelos academistas que denotaram muitas dificuldades perante o jogo directo boavisteiro e sobretudo com a raça dos locais.

A segunda parte começou tal como na primeira com o Boavista a mostrar-se mais pragmático e com isso a levar o perigo à baliza academista que viria a ser novamente alvejada aos 44 minutos com David Gomes a ser mais lesto que a defesa academista e fazer o quarto golo da sua equipa.
A resposta academista dá-se aos 52 minutos quando o recém-entrado Simão aparece isolado mas não consegue vencer a oposição do guarda-redes Fábio, gorando-se assim uma boa oportunidade para reduzir a desvantagem academista.
Os academistas tinham mais posse de bola mas sem conseguir ultrapassar a bem escalonada defesa boavisteira.
A partida decrescia bastante de qualidade, com muitos passes errados e a bola muito longe das balizas e só aos 71 minutos é que o perigo voltaria com Rúben Gonçalo a rematar para defesa do guarda-redes academista.
Três minutos o marcador viria a ser novamente alterado com Nuno Rio a ter um bom centro para David Gomes se conseguir superiorizar aos defesas academistas e fazer novo golo para os boavisteiros.
Já no primeiro minuto dos descontos António em duas situações ficaria perto do golo valendo na última a atenção de Jorge que sobre a linha de golo consegue o corte providencial a evitar o golo.
Golo esse que viria a acontecer no minuto seguinte quando António centra para Rúben Gonçalo ao segundo poste aparecer a encostar para o golo que carimbava o resultado final.
Arbitragem com alguns erros mas sem influenciar no resultado final.
Vitória justa boavisteira embora por números algo exagerados mas que foram fruto do aproveitamento de diversas fragilidades dos academistas que resultaram na primeira vitória dos locais.

In: pragmatismo boavisteiro. Os jovens boavisteiros souberam aproveitar da melhor forma as dimensões do seu terreno. Com um jogo bastante directo conseguiu desequilibrar e ser sempre a melhor equipa no terreno e foram aproveitando da melhor forma as ocasiões de golo que disfrutaram.
Out: fragilidades defensivas academistas. O maior pragmatismo da equipa local que procurando o jogo directo causou muito problemas ao reduto mais defensivo academista. Com isso os jovens academistas deram alguns erros cruciais para a obtenção dos golos adversários e que ditaram uma goleada pesada.
Melhor em campo: Gabi. Foi um dos desequilibradores da equipa local e pelos seus pés passaram dos melhores momentos da sua equipa. Para além de várias desmarcações conseguiu coroar a sua exibição com o golo, no caso o 2º da sua equipa.

Outros resultados:
P.Ferreira - Feirense 1:2
Penafiel - Oliveirense 2:2
Leixões - Régua 3:0
Padroense - F.C Porto (adiado 1 Outubro)
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Leixões3300719
Padroense2200516
F.C.Porto2200316
Feirense3111444
Boavista3102953
Penafiel3030663
P. Ferreira3102453
Oliveirense3021452
Régua3012281
Académico Viseu30122101

24 Agosto 2014

Leixões mais forte que juvenis academistas


Académico Viseu - Leixões 0:2
Golos Leixões: João Pedro (12 min), Dias (51 min)
Académico Viseu: Elísio, Tiago Lopes, Pedro Santos, Tomé, Bernardo, David, JP (Rafael Silva, 49 min), Cláudio (João Caiado, intervalo), Ângelo, Gonçalo Sousa, Tigas (Mauricio, 69 min).
Suplentes não utilizados: Diogo Correia, Gigi, Gustavo, Gonçalo Costa.
Treinador: Roger.
Leixões: Pedro, Luis, Dias, Vinagre, Guilherme Teixeira, André, José Silva (José Carlos, 70 min), Diogo, Fábio, António (Gonçalo, 79 min) e João Pedro (João Pereira, 60 min).
Suplentes não utilizados: Tomás, Sérgio Lascasas, Rúben.
Treinador: José Maia.
Cartão amarelo: 
Leixões: Vinagre (32 min)
Árbitro: Nuno Vaz, Auxiliares: Luis Castainça e Luis Fonseca (A.F. Viseu)

Os juvenis academistas têm o seu primeiro jogo em casa neste Campeonato Nacional.
Aos 3 minutos primeiro lance de algum perigo com João Pedro a aparecer em boa posição a rematar para defesa de Elísio.
Melhor entrada dos leixonenses que têm mais posse de bola e empurra os academistas para terrenos mais defensivos.
Aos 6 minutos é a vez de José Silva rematar com muito perigo à baliza de Elísio. Na resposta má reposição de bola de Pedro com a bola a chegar a Ângelo que cabeceia perto da baliza forasteira.
Os academistas tentam se libertar da pressão exercida pelos leixonenses mas aos 12 minutos numa rápida transição onde em dois toques de bola a mesma chega a Fábio que entra na área e num centro remate assiste João Pedro que de forma simples faz o golo. Muitas facilidades dadas pelos academistas que de um livre ofensivo permitiram que os forasteiros se mostrassem mais lestos e com isso obter um golo que os coloca na frente do marcador.
Os locais parecem algo amedrontados com a melhor entrada dos forasteiros mas aos poucos conseguem-se libertar um pouco e aos 25 minutos David num remate colocado que dá a sensação de golo ao passar muito perto da barra leixonense.
Aos 40 minutos JP marca o livre e obriga Pedro a grande defesa para canto evitando assim o golo do empate.
Vitória parcial dos leixonenses fruto de uma melhor entrada na partida materializada com um golo algo oferecido pelos academistas que denotaram algumas dificuldades nos primeiros minutos da partida.

Aos 42 minutos livre marcado por José Silva a passar muito perto da baliza academista.
Nove minutos depois nova falha no eixo defensivo dos academistas quando após um canto de José Silva a bola chega a Dias que com muitas liberdades encosta para o segundo golo forasteiro.
Os academistas tentam regir ao duro revés que foi este segundo golo mas sem conseguir criar lances reais de perigo para a baliza defendida por Pedro.
A partida encaminha-se para o seu término com o vencedor a parecer já estar encontrado.
Aos 76 minutos João Pereira após perca de bola de um defesa academista remata com muito perigo para Elisio ter defesa atenta.
Num jogo fácil de arbitrar o trio de arbitragem esteve bem sem quase se notar a sua presença em terreno.
Chega-se ao final da partida com uma vitória do Leixões que se mostrou mais pragmático e com mais soluções mostrando-se superior ao longo de quase toda a partida.
Out: apatia academista. Os academistas mostraram-se algo apáticos nos primeiros minutos da partida e o Leixões soube aproveitar isso e colocar-se na frente do marcador num lance onde os academistas poderiam ter feito mais. Aos poucos os locais foram acordando mas viriam a ter novo erro fatal que resultou no segundo golo leixonense.
In: maturidade leixonense. O Leixões mostrou-se uma equipa que sabia o que queria e mostrou-se mais lúcida e madura nas suas movimentações o que criou muitas dificuldades aos academistas.
Melhor em campo:  José Silva. Rivalizou com o seu colega Luís, o prémio de melhor em campo. Contudo a sua importância na manobra ofensiva da sua equipa deu-lhe este destaque.


Outros resultados:
F.C. Porto - Feirense 2:1
Boavista - P. Ferreira 2:3
Oliveirense - Padroense 1:2
Régua - Penafiel 2:2
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Padroense2200516
Leixões2200416
F.C.Porto2200316
P. Ferreira2101333
Penafiel2020442
Oliveirense2011231
Feirense2011231
Académico Viseu2011241
Régua2011251
Boavista2002350


17 Agosto 2014

Juvenis iniciam com empate forasteiro


Penafiel - Académico Viseu 2:2
Golos Académico Viseu: Diogo Caramelo, Gonçalo.
Penafiel: Diogo Lameiras, Miguel Magalhães, João Andrade, Diogo Barbosa, Mendes, Saraiva, Queirós, Mário, Luis Monteiro, Diogo Cardoso e Márcio Machado.
Suplentes: Francisco Silva, Márcio Miranda, Frederico Damas, João António, Nuno, Paulo Freitas e Carlos Alves.
Treinador: Hélder Sousa.
Académico Viseu: Elísio, Tiago Lopes, Pedro Santos, Jorge, Tigas, Tomé, Gonçalo, David, Ângelo (Pedro Rafael), Diogo Caramelo (Cláudio), Jota Pé (João Caiado).
Suplentes não utilizados: Diogo Correia, Gustavo, Bernardo, Maurício.
Treinador: Roger.
Árbitro: Carlos Macedo, Auxiliares: José Carreira e Ricardo Silva.

A equipa de juniores B , realizou o primeiro jogo do campeonato tendo empatado 2-2 com o FC Penafiel.
Foi um jogo bem disputado em que os atletas das duas equipas revelaram alguns pormenores bastante interessantes. Os academistas demonstraram qualidade de jogo e determinação para superar as dificuldades impostas pela equipa adversária.
A força coletiva foi preponderante para o alcance deste resultado, uma vez que a equipa correu sempre atrás do resultado.
Os locais viriam a conseguir na primeira parte colocar-se na frente do marcador no seguimento de um canto ao qual Diogo Barbosa parece ser o último a tocar na bola antes desta se anichar-se nas redes academistas. Contudo os academistas reagiram bem e passado dois minutos através de um passe em profundidade Diogo Caramelo correspondeu com um excelente "chapéu" sobre o guarda-redes contrário.
Seria com um empate a um que ambas as equipas regressariam aos balneários para o descanso merecido.
A meio da segunda parte o Penafiel viria a conseguir colocar-se novamente na frente do marcador num golo de João Andrade.
Tal como no primeiro golo, os academistas viriam a conseguir o empate quase que prontamente, golo esse obtido pelo capitão de equipa Gonçalo que com classe, transformou uma grande penalidade.

Outros resultados:
P. Ferreira - F.C.Porto 0:1
Feirense - Oliveirense 1:1
Padroense - Régua 3:0
Leixões - Boavista 2:1
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Padroense1100303
Leixões1100213
F.C.Porto1100103
Académico Viseu1010221
Penafiel1010221
Oliveirense1010111
Feirense1010111
Boavista1001120
P. Ferreira1001010
Régua1001030

16 Agosto 2014

Juvenis começam campeonato

É já amanhã que os Juvenis academistas dão inicio ao seu campeonato Nacional.
O jogo será com o Penafiel, pelas 11 horas, tendo como árbitro Carlos Macedo de Braga.

BOA SORTE CAMPEÕES.

03 Agosto 2014

Terceira vitória juvenil em preparação para Campeonato.


Académico Viseu - Eirense 2:0
Golos: Ângelo (44 min), JP (63 min)
Académico Viseu: Elísio, Cláudio, Bié, Caramelo, Rafa, Gonçalo Costa, Diogo Correia, Diogo Ribeiro, Ângelo, Tiago, Rui Pedro, Jorge, David Tadeu, Gigi, Pedro, David, Tomé, Tigas, Mauricio e JP.

Os juvenis academistas defrontaram neste 3 jogo de preparação a equipa conimbricense do Eirense.
Coube aos academistas a primeira situação de golo com Bié a desmarcar bem Caramelo que vê o seu remate passar muito perto da barra forasteira.
Os academistas tinham mais posse de bola mas o ritmo era baixo e as ocasiões de golo não surgiam. Desta forma só aos 18 minutos o perigo voltaria a acontecer, quando Jorge tem um passe longo para Caramelo que à saida do guarda-redes contrário adianta remata para a baliza mas vê um defesa contrário evitar o golo.
No minuto seguinte Mané remata para defesa atenta de Elísio.
Aos 27 minutos é a vez de David aparecer em boa posição conseguindo ultrapassar o guarda-redes contrário mas falha o remate gorando-se assim a melhor ocasião para inaugurar o marcador. No minuto seguinte é Bruno a colocar à prova o guarda-redes academista.
Primeira parte com mais posse de bola dos academistas mas com estes a mostrarem-se algo estáticos e a não conseguir ultrapassar a bem escalonada equipa eirense.

A segunda parte começou com os academistas a mostrarem outro ritmo e dispostos a marcar cedo. Foi mesmo isso que aconteceu logo ao quarto minuto quando no seguimento de um canto a bola chega a Tiago que centra de forma precisa para Ângelo se superiorizar nas alturas e cabecear da melhor forma inaugurando assim o marcador para os academistas.
Dez minutos depois Rafa remata colocado vendo o mesmo passar muito perto da baliza forasteira.
O momento da partida viria a acontecer aos 63 minutos quando JP tem um remate colocado que se mostra indefensável para o guarda-redes forasteiro. Um momento de grande inspiração do jogador academista que assim amplia da melhor forma a vantagem da sua equipa.
O mesmo jogador ficaria novamente perto do golo aos 70 quando após uma boa jogada colectiva remata perto da baliza forasteira.
A equipa do Eirense também ele procurou o golo que ficou perto de acontecer aos 74 minutos quando João cabeceia muito perto da baliza agora defendida por Diogo Correia.
Vitória justa academista fruto de uma melhor segunda parte num jogo típico de preparação mas onde ainda assim se assistiu a alguns bons momentos de ambas as equipas.

15 Junho 2014

Sub 6 vencem Torneio de Encerramento dos Pinguinzinhos

Os sub 6 deslocaram-se a Santa Comba Dão para disputar o Torneio de Encerramento dos Pinguinzinhos.
Alcançando 3 brilhantes vitórias os academistas alcançam o lugar mais cimeiro do torneio.
PARABÈNS CAMPEÕES! 

Resultados:
Académico de Viseu FC - Lusitano FC  5:4
AFD O Pinguinzinho - Académico de Viseu FC 0:10
AF Os Galfarritos - Académico de Viseu FC 1:7

Classificação final: 1º lugar

Sub7 academistas conquistam Fornos Algodres Youth Cup

Os Sub 7 academistas deslocaram-se a Fornos de Algodres para disputar o Fornos Algodres Youth Cup

Académico de Viseu FC X Dragon Force Repeses - 1-0
Académico de Viseu FC X Viseu 2001 8:3
Académico de Viseu FC X ASSRD Vila Chã - 3-1


Classificação final: 1º lugar

14 Junho 2014

Academistas vencem Fornos Algodres Youth Cup


Os infantis sub 12 academistas conquistaram este fim de semana o Fornos de Algodres Youth Cup após vencerem o Anadia em grandes penalidades.
Foi o corolário de um grande torneio que estes jovens academistas realizaram e que mais uma vez honraram o nome do clube e mostraram o seu futebol.