27 Outubro 2014

Benjamins goleadores assumem liderança da prova

Académico Viseu - Viriatos 8:3

NOTA: Gostaria de pedir a quem assistiu a esta partida e me possa enviar informações sobre o mesmo que o faça para jorge.miguel.sa@gmail.com. O meu OBRIGADO!

Outros resultados:
Viseu 2001 - Footlafões 11:1
Dínamo Estação - Lusitano Vildemoinhos 4:1
Penalva Castelo - Oliveira Frades 2:8
Viseu Benfica - Quintela Orgens 9:0
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Académico Viseu431031510
Dínamo Estação431023610
Lusitano Vildemoinhos43012349
Viseu Benfica42202418
Oliveira Frades42111697
Viseu 2001421120107
Viriatos410317253
Footlafões 41035313
Quintela Orgens40042330
Penalva Castelo40044410

Escolas entram com pé direito ao vencer derby citadino

Académico Viseu - Viseu 2001 3:0

NOTA: Gostaria de pedir a quem assistiu a esta partida e me possa enviar informações sobre o mesmo que o faça para jorge.miguel.sa@gmail.com. O meu OBRIGADO!

Outros resultados:
Dínamo Estação - Lusitano Vildemoinhos 2:1
Vouzelenses - Repesenses 3:11
Oliveira Frades - Viseu 2001 1:5
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Repesenses11001133
Viseu 2001 1100513
Académico Viseu1100303
Dínamo Estação1100213
Lusitano Vildemoinhos1001120
Viseu 20011001030
Oliveira Frades1001150
Vouzelenses10013110

Juvenis surpreendidos em casa

Académico Viseu - Estrelas Mondego 1:1

NOTA: Gostaria de pedir a quem assistiu a esta partida e me possa enviar informações sobre o mesmo que o faça para jorge.miguel.sa@gmail.com. O meu OBRIGADO!

Outros resultados:
Mortágua - Lusitano Vildemoinhos 1:2
Viseu Benfica - Viseu 2001 0:4
Molelos - Vouzelenses 3:1
Penalva Castelo - Mangualde 0:0
Canas Senhorim - Pinguinzinho 0:1
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Viseu 2001550023315
Pinguinzinhos541013113
Lusitano Vildemoinhos540113212
Viseu Benfica53021199
Académico Viseu5131356
Molelos520310136
Vouzelenses52037126
Mangualde5122585
Penalva Castelo51227115
Mortágua51137144
Estrela Mondego50234162
Canas Senhorim50141101

Expulsão precipitou goleada juvenil

Feirense - Académico Viseu 4:0

NOTA: Gostaria de pedir a quem assistiu a esta partida e me possa enviar informações sobre o mesmo que o faça para jorge.miguel.sa@gmail.com. O meu OBRIGADO!

Outros resultados:
Padroense - Boavista 3:1
F.C.Porto - Régua 3:0
P. Ferreira - Oliveirense 3:0
Penafiel - Leixões 2:1
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
F.C.Porto880018324
Feirense843115815
Padroense843113715
Oliveirense8323141211
Leixões8314111110
Boavista8314211110
Penafiel823310169
P. Ferreira8224778
Académico Viseu81253165
Régua81163244

26 Outubro 2014

Exibição de gala dita vitória gorda infantil

video

Lusitano Vildemoinhos - Académico Viseu 0:6
Golos Académico Viseu: Vasquinho (7 min), Melo (9, 39 min), Raul (25 min), Rafael (40 e 55 min)
Lusitano Vildemoinhos: Francisco Cruz, Tomás Correia, João Gustavo, Rui Silva, Tomás Coelho, Lucas, Gui, Tomás Miranda, Pedro Violas, Lourenço, Diogo e Bernardo.
Treinador: Mário Santos.
Académico Viseu: Mário, Nuno, Guilherme Melo, Rafael, Gonçalo, Diogo Gouveia, Vasquinho, Pedro Farias, Kiki, Raul, Miguel e Rodrigo.
Treinador: João Figueira, Vasco Dias e José Henrique.
Árbitro: Fábio Loureiro e Rui Abreu.

Os jovens academistas tinham um derby sempre complicado com a equipa do Lusitano de Vildemoinhos.
Coube aos academistas o primeiro lance de perigo quando Diogo Gouveia logo no primeiro minuto desfere um remata forte vendo o mesmo passar perto da baliza trambela.
Aos 6 minutos Vasquinho revela grande pontaria quando remata ao poste da baliza lusitana.
Contudo o marcador viria a ser alterado à passagem do minuto 7 quando Pedro Farias desmarca Vasquinho que de primeira faz um grande golo.
Os academistas demonstravam-se inspirados e aos 8 minutos Diogo Gouveia solicitado por Melo remata para defesa atenta de Francisco.
Aos 9 minutos grande jogada colectiva com o lance a ser conduzido por Diogo Gouveia que faz o centro atrasado para Melo ser lesto a rematar fazendo o segundo golo da sua equipa.
O primeiro remate da equipa lusitana acontece à passagem do minuto 13 quando Rui Silva marca o canto para Gui rematar forte mas muito longe da baliza defendida por Pedro Farias.
Aos 16 minutos Vasquinho centra para Rodrigo chegar um pouco atrasado ao lance.
Dois minutos depois Vasquinho fica mais uma vez perto do golo vendo o seu remate passar muito perto da baliza trambela.

Aos 23 minutos Raul tem uma boa jogada individual centrando para Miguel rematar à barra da baliza forasteira.
No minuto seguinte Miguel novamente em boa posição não consegue levar a melhor a luta travada com Francisco.
O marcador viria novamente a funcionar aos 25 minutos quando Melo desmarca bem Raul que se mostra letal a rematar cruzado ampliando a vantagem da sua equipa.
Aos 28 minutos Melo em boa posição remata perto da baliza contrária.
Vitória parcial dos academistas que com uma boa exibição conseguiu ser a dominadora da partida não deixando que os jogadores trambelos conseguissem criar qualquer lance de perigo para a baliza de Pedro Farias.

A segunda parte começou com um remate de Rui Silva mas os academistas ficam novamente perto do golo com Miguel Loureiro em boa posição rematar sem a melhor direcção.
Aos 49 minutos a vantagem da equipa academista viria a ser alargada quando Miguel assiste Melo que de muito longe remata colocado fazendo novo golo.
No minuto seguinte grande jogada de Raul que consegue desmacar Rafael para este fazer o quinto golo da equipa academista.
Aos 52 minutos Rui Silva num livre obriga Mário a boa defesa, no primeiro lance de perigo para a baliza contrária.
Na resposta Rafael tem uma grande ocasião para marcar mas em boa posição falha o que parecia mais fácil, o remate para o golo.
A mesma situação viria a repetir-se aos 55 minutos onde o avançado academista mostrou alguma precipitação a rematar forte falhando na direcção dada ao seu remate.
Contudo o mesmo jogador viria mesmo a conseguir o golo quando bem desmarcado aparece perante Tomás Miranda fazendo o remate que só para quando se anicha nas redes da baliza trambela.
Três minutos depois Melo remata colocado mas vê Tomás Miranda voar evitando o golo da equipa academista.
No canto Melo desmarca Gonçalo que em boa posição remata mas sem a melhor direcção.
Vitória justa academista fruto de uma grande exibição dos academistas que se mostraram totalmente dominadores em todos os momentos da partida e que foram confirmando esse ascendente com bons golos e assim alcançar uma vitória gorda.
Out:desilusão trambela. Os jovens trambelos passaram ao lado da partida muito fruto da exibição academista que não os deixou criar lances de perigo para a baliza da sua equipa. Desta forma só em duas situações de bola parada é que obrigaram uma maior atenção aos defesas academistas o que se revela muito pouco para um sempre candidato à presença na fase final da prova.
In: exibição academista. Foi uma exibição de gala, este que os academistas realizaram e com isso conseguiram obter uma goleada totalmente merecida devido a esse seu ascendente em toda a partida. Conciliando o domínio territorial e com as ocasiões os academistas realizam uma exibição bastante personalizada e que merece o devido destaque.
Outros resultados:
Quintela Orgens - Viseu Benfica 1:2
Vouzelenses - Penalva Castelo 1:2
Viseu 2001 - Dínamo Estação 1:2
Santo André - Repesenses 0:16
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Repesenses440039212
Académico Viseu440025412
Lusitano Vildemoinhos43012199
Viseu Benfica42111287
Dínamo Estação420213126
Viseu 2001420212146
Quintela Orgens41037143
Penalva Castelo41033223
Vouzelenses40134181
Santo André40042340

Gafanha mostrou-se mais eficaz que academistas


Académico Viseu - Gafanha 2:3
Golos Académico Viseu: Rúben (18 min), Costa (51 min)
Golo Gafanha: Salvador (15 min), Miguel Cunha (21 min), Samuka (54 min)
Académico Viseu: Tomé, Diogo (André, 64 min), Filipe, Costa, Lourenço, Marco, João Bacalhau, Nené, Rúben, Vasco (Diogo Matos, 45 min), Salgado.
Suplentes não utilizados: Pedro Santos, João.
Treinador: Carlos.
Gafanha: Cristóvão, Bernardo Guerreiro (Samuka, intervalo), Joel, Bernardo Maia, Miguel Cunha, Alex, Edu, Igor, Tomás (Madureira, 48 min), Afonso (Zé Rocha, intervalo(Carlos, 70 min))e Salvador (Henrique, intervalo).
Suplentes não utilizados: Filipe.
Treinador: William Silva.
Cartão amarelo:
Gafanha:
Afonso (34 min), Bernardo Mota (51 min), Samuka (66 min)
Àrbitro: Luis Cruz, Auxiliares: Sérgio Paiva e Jorge Andrade (C.A. Castelo Branco)

Os academistas procuram a primeira vitória na prova frente a um adversário sempre complicado neste Campeonato Nacional de Iniciados.
A equipa forasteira entra com mais posse de bola e aos 5 minutos centro de Igor para Tomás aparecer a cabecear com perigo à baliza de Tomé.
Aos 8 minutos Alex remata de longe para defesa atenta de Tomé.
Domínio da partida por parte do Gafanha que consegue à passagem do minuto 15 materializar o seu dominio com Salvador a aparecer isolado a rematar forte ao poste com a bola a bater já no interior da baliza, lance assinalado pelo auxiliare de Luis Cruz.
O empate viria a acontecer na primeira investida academista com Rúben a desferir um remate indefensável para Cristóvão.
No minuto seguinte Afonso aparece isolado mas falha no remate.
A equipa forasteira viria a colocar-se novamente na frente do marcador quando Miguel Cunha marca o canto de forma directa surpreendendo Tomé.
Aos 27 minutos Nené na marcação de um livre descobre Costa que em boa posição remata forte mas sem a melhor direcção.
Aos 35 minutos Tomé tem boa defesa a remate de Salvador.

Primeira parte dominada em grande parte pelo Gafanha que se encontrava justamente na frente do marcador no final da mesma.
A segunda parte começa com o Gafanha a pressionar na tentativa de conseguir o golo que fica perto de acontecer aos 40 minutos com Samuka a cabecear perto da baliza de Tomé.
A resposta academista dá-se aos 48 minutos quando Marco centra para Diogo Matos em boa ocasião falhar o que parecia mais fácil.
No minuto seguinte canto marcado por Bacalhau com Joºao Lourenço a cabecear valendo a defesa de Cristóvão a evitar o golo academista.
Aos 51 minutos lance muito polémico na área forasteira a castigar uma pretensa falta de Bernardo Mota sobre Diogo Matos.
Chamado a marcar Costa restabelece o empate.
Contudo o empate academista dura somente quatro minutos pois Samuka faz o chapeu a Tomé que coloca novamente a equipa forasteira na frente do marcador.
Golo que acontece naquele que estava a ser o melhor momento da equipa academista e que se revelou um duro revés para os locais.
Aos 60 minutos Marco remata forte mas um pouco ao lado da baliza forasteira. Dois minutos depois Marco em boa posição remata valendo a defesa de Joel a evitar o golo.
Os academistas pressionam na procura do golo do empate.
Aos 72 minutos grande ocasião para os forasteiros com Henrique a rematar muito perto da baliza academista.
Segunda parte bem mais dividida com os academistas a terem até as melhor oportunidades para marcar mas onde a pouca eficácia se revelou fatal para as ambições academistas.
Arbitragem em dois actos, antes e depois da marcação da grande penalidade para os academistas. Se até ai a exibição estava a ser irrepreensível a grande penalidade influenciou no seu trabalho e foi acumulando alguns erros.
Out: eficácia academista. Na segunda parte os academistas atravessaram o seu melhor momento e dispôs de ocasiões flagrantes para marcar mas que foram desperdiçadas. Essas falhas revelaram-se fatais para a ambição academista.
In: posse de bola forasteira. A equipa forasteira não teve receio em mostrar o seu futebol que passa por muita posse de bola e toque de bola, o que foi colocando diversas dificuldades aos academistas. Com permanentes trocas de bola entre os seus atletas os jogadores forasteiros foram abrindo alguns "buracos" na defensiva academista e com isso a vitória ficou mais perto.
Melhor em campo: Igor. Correu quilómetros e revelou-se uma verdadeira formiguinha na sua equipa. Para além da missão defensiva, onde se mostrou quase inultrapassável, coube-lhe em muitas situações alimentar o seu ataque e com isso a sua exibição é digna de destaque.

Outros resultados:
Gondomar - Sanjoanense 0:1
Fiães - Feirense 1:0
Beira Mar - Repesenses 2:3
Avanca - Oliveirense 0:3
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Feirense962118620
Sanjoanense953116618
Fiães945011417
Gafanha9432111015
Oliveirense943213615
Gondomar9162799
Repesenses923410149
Avanca91359196
Beira Mar91268205
Académico Viseu90457164

25 Outubro 2014

Goleada junior em jogo de um só sentido

video

Académico Viseu - Cabanas Viriato 11:0
Golos Académico Viseu: Rafael Barreiros (2 min), Formoso (6, 30 min), Vasco (8 min), Carlitos (15 min), Rafael Silva (25, 73 min), Lopes (40 min), Rodrigo (53 min), Bruno (55 min), Micoli (90 min)
Académico Viseu: Fábio, Formoso, Carlitos, Mendes (Dani, 55 min), Rafa, Rafael Barreiros, Bruno, Rodrigo, Vasco, Lopes (Pedro, 79 min) e Rui (Micoli, 72 min).
Suplentes não utilizados: Rafael, Edu.
Treinador: Lage.
Cabanas Viriato: Daniel Rodrigues, Cláudio ( Tiago Cunha, 70 min), Rodrigo Bernardo, Nuno Gomes (Rafael Mendes, 29 min), David Sobral, Flávio, Diogo Castro, Tiago Miroto, João Sousa, André Cabral e Rui Abrantes.
Treinador: Zé Matias.
Árbitro: Marco Fonseca, Auxiliares: João Pinto, Fábio Azevedo.
video
Ao segundo minuto os academistas acabam por inaugurar o golo quando num canto marcado por Rafael Silva, Rafael Barreiros se antecipa fazendo o golo inaugural.
Aos 6 minutos Formoso aparece novamente isolado no interior da área cabanense a fazer o segundo golo da sua equipa.
Dois minutos depois novo golo viria a surgir quando Vasco aparece isolado e faz o chapéu fazendo o terceiro golo da equipa academista.
video

Aos 15 minutos o quarto golo aconteceria em novo lance de bola com Carlitos ao segundo poste a empurrar para o golo.
O ritmo torna-se bem mais baixo apesar dos academistas continuarem a ter a maior percentagem de posse de bola.
Aos 25 minutos lance de grande penalidade a castigar falta sobre Vasco. Chamado a marcar Rafael Silva remata forte e faz o quinto golo da equipa academista.
Cinco minutos depois Rafael Silva marca o canto para Formoso aparecer a cabecear fazendo novo golo.
Aos 40 minutos boa jogada colectiva com Vasco a fazer um bom centro para Lopes aparecer a encostar fazendo novo golo.
Chegava-se ao final da primeira parte com um marcador a ditar uma goleada fruto de 5 golos de bola parada e onde o jogo tinha só um sentido: o da baliza forasteira.
video

Os academistas entram a pressionar e fazem mais um novo golo aos 53 minutos quando Lopes se mostram bastante colectivo passando a bola a Rodrigo que faz o golo.
Dois minutos depois nova grande penalidade a castigar falta sobre Lopes. Chamado a marcar Bruno ludibria Daniel e faz o golo.
Aos 68 Vasco fica perto do golo levando a bola a embater na base do poste.
Cinco minutos depois Micoli entra bem na área com a bola a chegar a Rafael Silva que fuzila Daniel Rodrigues resultando no décimo golo da equipa academista.
Aos 83 minutos Vasco fica perto do golo. No minuto seguinte Pedro Pereira centra para Bruno obrigar o guarda-redes contrário a boa defesa.
Grande falhanço de Micoli que isolado remata ao lado da baliza forasteira.
Aos 90 minutos falha de entendimento entre as defesas academistas com Rui Abrantes a chutar mas Carlitos evita o golo. O golo não surgiu na baliza academista e viria a acontecer na baliza contrário quando após um pique de Rafael Silva este tem uma assistência para Micoli encostar para o golo que carimba o resultado final.  
video

Out: fragilidades forasteiras. Os forasteiros mostraram-se bastante frágeis e sempre que os academistas pressionaram a defesa cabanense tremeu e isso resultou em golos sofridos. Com isso o resultado foi-se avolumando até ao resultado final que mostra bem a diferença entre equipas.
video

Outros resultados:
Canas Senhorim - Viseu Benfica 0:5
Mangualde - Viseu 2001 1:0
Molelos - Penalva Castelo 4:0
Lusitano Vildemoinhos - Ranhados 2:0
video

Poderio crastense vence oposição academista


Académico Viseu - Crasto 2:10
Golos Académico Viseu: Marco (28 min), João pedro (35 min)
Golos Crasto: Tiago Freitas (2, 13, 31, 50 min), Tiago Ponte (16 min), Fernando (26, 34 min), Hugo (30 min), Gonçalo Almeida (46 min), Tomás Almeida (48 min)
Académico Viseu: Denis, Gonçalo Figueiredo, Gustavo, Luís Miguel, Tomás, Duarte, Marco, Guilherme, Rodrigo, João Pedro, Catarina e Diogo Martins.
Treinador: Cristiana Malho.
Crasto: Rodrigo, Cristiano, João Luis, David, Gonçalo Almeida, Hugo, Tiago Freitas, Tomás Pereira, Fernando, Tomás Martins, Tiago Ponte e Simão.
Treinador: Artur Vieira.
Árbitro: António Rocha e Flávio Albuquerque.

Este era o primeiro jogo do Campeonato para a equipa B das escolas academistas.
Frente a um adversário forte os academistas veriam a equipa forasteira colocar-se na frente do marcador à passagem do minuto dois quando numa falha defensiva a bola chega a Tiago Freitas que aproveita a benesse e faz o golo inaugural da partida.
No minuto seguinte Gonçalo Almeida remata colocado à base do poste da baliza academista.
Início com mais posse de bola do Crasto e aos 6 minutos Tiago Freitas em duas ocasiões fica perto do golo valendo a atenção de Denis a evitar o golo contrário.
Aos 11 minutos novamente Tiago Freitas a rematar à base do poste da baliza academista.
Contudo dois minutos depois o mesmo jogador viria a revelar melhor pontaria e em boa posição fazer o golo que ampliava a vantagem da sua equipa.
Três minutos depois Tiago Ponte aproveita uma bola perdida no eixo central do campo e remata forte fazendo o golo da equipa do Crasto, resultado com que se chegaria ao final da primeira parte.

A segunda parte começa da mesma forma que a primeira ou seja com um golo da equipa forasteira onde desta vez seria Fernando a conseguir ser mais lúcido que a defesa academista e perante Denis fazer o quarto golo da sua equipa.
Na resposta Marco tem uma boa jogada individual e leva a bola a embater no poste da baliza crastense.
Contudo o golo academista viria mesmo a surgir aos 28 minutos com Marco a surgir isolado e fazer o golo que animava as hostes academistas.
Contudo a reação forasteira foi pronta e no minuto seguinte Tiago Freitas centra bem para Hugo fazer o golo.
No minuto seguinte Tiago Freitas, o elemento mais desequilibrador da equipa forasteira em boa posição remata forte e colocado fazendo o sexto golo da sua equipa.
Aos 34 minutos Tiago Freitas centra de forma precisa para Fernando aparecer a encostar para novo golo da equipa forasteira.
No minuto seguinte João Pedro em boa posição remata forte e colocado fazendo o segundo golo da equipa academista.
Aos 40 minutos David remata colocado mas Denis responde com uma boa defesa. No minuto seguinte o Crasto fica perto do golo quando Hugo remata mas vê Luis Miguel e Denis negarem-lhe o golo.
Aos 46 minutos o golo viria mesmo a surgir no seguimento de um livre bem marcado por Gonçalo Almeida que vence a oposição academista.
Três minutos depois Tomás aparece solto no interior da área academista e remata cruzado fazendo o nono golo da equipa crastense.
O resultado final viria a ser concretizado aos 50 minutos quando após uma primeira defesa de Denis a bola chega a Tiago Freitas que consegue o quarto golo da sua conta pessoal.
Vantagem justa da equipa crastense. 

In: poder físico e técnico crastense. O Crasto realizou uma boa exibição! Conciliando a sua qualidade técnica à superioridade física motivada pela diferença de idades entre jogadores de ambas as equipas o domínio da partida coube-lhe na maioria do tempo, mas onde os academistas sempre que puderam tentaram atenuar.
Melhor em campo: Tiago Freitas. Foi o elemento desequilibrador da partida que para além de ter assinalado a sua boa exibição com 4 golos, esteve em outros tantos golos da sua equipa de forma directa com assistências para os seus colegas marcarem. Uma exibição onde demonstrou conseguir conciliar o seu poder físico com a técnica e dai ser uma exibição a recordar!

Outros resultados:
Sátão - Cracks Lamego 4:2
Repesenses B - Viseu Benfica B 5:2
Vila Nova Paiva - Tarouca (adiado)
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Crasto11001023
Repesenses 1100523
Sátão1100423
Tarouca0000000
Vila Nova Paiva0000000
Cracks Lamego1001240
Viseu Benfica1001250
Académico Viseu10012100

21 Outubro 2014

Dinamistas mais eficazes que academistas

Académico Viseu - Dínamo Estação 3:4

NOTA: Gostaria de pedir a quem assistiu a esta partida e me possa enviar informações sobre o mesmo que o faça para jorge.miguel.sa@gmail.com. O meu OBRIGADO!

Outros resultados:
Pinguinzinhos - CFT Viseu 0:9
Penalva Castelo - Repesenses 1:9
Lusitano Vildemoinhos - Viseu Benfica 3:2
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Repesenses22001616
CFT Viseu22001506
Dínamo Estação2200846
Viseu 20011100423
Lusitano Vildemoinhos2101383
Viseu Benfica1001230
Académico Viseu2002580
Penalva Castelo20022130
Pinguinzinhos20020160

Benjamins empatam em derby citadino

Viseu Benfica - Académico Viseu 1:11

Após duas vitórias concludentes os benjamins academistas defrontavam a equipa do Viseu Benfica e este derby previa-se equilibrado visto ambas as equipas serem compostas por bons elementos.
O equilíbrio foi a toada dominante e o resultado final seria um empate premiando ambas as equipas pela sua entrega e empenho no jogo.

NOTA: Gostaria de pedir a quem assistiu a esta partida e me possa enviar informações sobre o mesmo que o faça para jorge.miguel.sa@gmail.com. O meu OBRIGADO!

Outros resultados:
Quintela Orgens - Lusitano Vildemoinhos 0:9
Oliveira Frades - Viseu 2001 5:2
Footlafões - Dínamo Estação 0:8
Viriatos - Penalva Castelo 8:2
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Lusitano Vildemoinhos33002209
Académico Viseu32102327
Dínamo Estação32101957
Viseu Benfica31201515
Oliveira Frades3111874
Viseu 20013111994
Viriatos310214173
Footlafões 31024203
Quintela Orgens30002240
Penalva Castelo30032330

Infantis academistas vencem derby frenético

video

Académico Viseu - Dínamo Estação 4:3
Golos Académico Viseu: Vasquinho, Diogo Gouveia, Rafael
Académico Viseu: Mário, Nuno, Diogo Gouveia, Melo, Gonçalo, Raul, Rafael, Pedro Farias, Vasquinho, Luiz, Paiva e Miguel.
Treinador: João Figueira, Vasco Dias e Zé Henrique.

Na primeira parte os academistas tiveram o domínio por completo do jogo, onde o Dínamo Estação sempre com bloco baixo, dificultou a missão dos academistas que apesar de ter segurança na posse de bola, não conseguia criar criar grandes ocasiões de golo.
Por volta dos 15min acontece o 1-0 num golo de Vasquinho.
O golo teve o condão de fazer os academistas acelerar o ritmo da partida e com isso surgiram mais ocasiões para marcar, algo que até aconteceu por intermédio de Nuno mas que foi mal anulado pelo arbitro.

Na segunda parte o Dínamo mudou de atitude e passou a pressionar mais a frente, algo que causou dificuldades aos academistas que demoraram algum tempo para se reajustar a esse novo cenário e com isso a equipa dinamista viria a conseguir dar a volta ao marcador em dois lances de grande inspiração dos seus jogadores.
A desvantagem fez os academistas despertar e o jogo perdeu alguma organização mas ganhou muito mais intensidade e os academistas viriam a conseguir o empate na marcação de uma grande penalidade, onde chamado a marcar Diogo Gouveia não deu hipóteses ao guarda-redes dinamista.
A reviravolta no marcador viria a ser conseguida novamente para os academistas num golo de Rafael a aproveitar uma defesa incompleta do guarda-redes dinamista.
A este terceiro golo academista viria o Dínamo Estação reagir da melhor forma alcançando instantes depois o empate.
O resultado final viria a ser colorido num grande golo de Vasquinho que de ângulo apertado conseguiu levar a bola a sobrevoar o guarda-redes forasteiro e anichar-se nas redes contrárias.

Outros resultados:
Penalva Castelo - Viseu 2001 1:6
Repesenses - Vouzelenses 8:0
Viseu Benfica - Santo André 5:1
Lusitano Vildemoinhos - Quintela Orgens 4:3
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Repesenses33002329
Lusitano Vildemoinhos33002139
Académico Viseu33001949
Viseu 2001320111126
Viseu Benfica31111074
Dínamo Estação310211113
Quintela Orgens31026123
Vouzelenses30123161
Santo André30032180
Penalva Castelo30031210

20 Outubro 2014

Jogo desinspirado dita derrota gorda

Lusitano Vildemoinhos - Académico Viseu 4:0
Académico Viseu: Palhares; Gui Cardoso, Nuno, Leo e Rafael Figueiredo; Pedro Amaral, Guga e Totti, Monteiro, Tiago e Miguel ângelo
Substituições: Miguel Silva por Guga ao intervalo; Lucas por Rafael Figueiredo aos 58´e Olavo por Gui Cardoso aos 65´
Suplentes não utilizados: Tadeu, Luís e Patrick
Treinador : Vitor Santos

Cartão amarelo: Leo aos 15´

A equipa do Académico de Viseu iniciou mal o jogo, aos 20 minutos da primeira parte já perdia por dois a zero. Com uma primeira parte muito fraca dos Academistas, sem conseguir fazer um remate com perigo à baliza do adversário.
Na segunda parte o Lusitano fez mais dois golos, sem o Académico conseguir fazer uma jogada construtiva pelos seus jogadores e mais uma vez sem conseguir rematar a baliza do adversário. Uma derrota por 4 - 0 inexplicável, excessiva pelos golos sofridos perante à equipa do Lusitano, mas justíssima face ao que jogaram os nossos Academistas.

Out: desinspiração academista. Foi um jogo bastante desinspirado onde a defesa e o meio-campo não marcavam, nem seguravam a bola, o ataque não tinha fio de jogo, havia sempre cinco metros entre cada jogador.
Os alas têm na origem a função de não apenas jogar pelos lados, mas também ocupar os espaços de meio-campo na articulação das jogadas. Os laterais são jogadores que actuam pelas laterais do campo e assim estabelecendo a ligação entre a defesa e o meio-de-campo.
São escolhidos para esta posição, jogadores de grande velocidade e resistência pois têm a missão de apoiar o ataque por uma das faixas laterais em todo o campo para além de realizarem cruzamentos e até mesmo de tentarem a finalização. A estes, cabe também a função de defender os avanços adversários pelos lados. Coisa que a equipa do Académico não tem conseguido vindo a fazer.
Esta equipa orientada pelo Mister Victor, tem alguns jogadores com grande talento e muito bons tecnicamente, são jogadores que tem que se afirmar e jogar nas suas posições corretas, só assim se chega a criar uma boa rotina de jogo. Não esquecendo que esta equipa são todos jogadores do primeiro ano, por isso o " Académico B " enquanto que as outras maior parte são todos do segundo ano.
Outros resultados:
Canas Senhorim - Penalva Castelo 0:2
Viseu 2001 - Molelos 4:0
Estrelas Mondego - Viseu Benfica 1:5
Vouzelenses - Mangualde 1:2
Pinguinzinhos - Mortágua 6:0
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Viseu 2001440019312
Pinguinzinhos431012110
Viseu Benfica43011159
Lusitano Vildemoinhos43011119
Vouzelenses4202696
Académico Viseu4121245
Penalva Castelo41127114
Mortágua41126124
Mangualde4112584
Molelos41037123
Estrela Mondego40133151
Canas Senhorim40131111

Golo madrugador na 2ª tarde dita vitória portista


Académico Viseu - F.C.Porto 0:1
Golos F.C.Porto: Idrissa Sambú (41)
Académico Viseu: Elísio; Tiago, Pedro, Jorge, Bié, Tigas, David (Caiado, 75), Gonçalo, Caramelo, Simão (Ângelo, 59) e Jota (Rafa, 62). 
Suplentes não utilizados: Diogo, Tomé Bernardo e Cláudio
Treinador: Roger Almeida
FC Porto: Tiago Martins; Diogo Casimiro, Issa Marega, Pedro Marques, Rogério Ramos (Nuno Carvalho, 67), Rui Pires, Generoso Correia (Madiuri Bari, 62), Leandro Vieira, Idrissa Sambú, Moreira Cassamá e Pedro Pereira (Miguel Sousa, 71).
Suplentes não utilizados: Diogo Costa,Diogo Queirós e Wilson Castro
Treinador: Vítor Matos
Árbitro: Sérgio Guelho (Guarda) Auxiliares: Bruno Alves e Óscar Andrade
Cartão amarelo: Bié (42) e Simão (57).

Domínio como se esperava da equipa do FC Porto, mas com o Académico de Viseu a empenhar-se em dar boa resposta, conseguindo mesmo alguma boas iniciativas de ataque. Além disso os academistas demonstraram excelente consistência defensiva, o que permitiu que durante toda a primeira parte evitasse o golo dos visitantes.
Ao intervalo o nulo premiava a resposta dada pelos pupilos de Roger Almeida a um FC porto bastante ofensivo criando boas situações de golo, mas a excelente exibição do guardião Elísio e a união do sector defensivo, evitaram que os visitantes fossem para o intervalo com vantagem no marcador.

O golo do conjunto orientado por Vítor Matos aconteceu logo no primeiro minuto da segunda parte, precisamente no único erro defensivo da casa.
Os viseenses tentaram responder à toada ofensiva dos portistas e conseguiram um resultado que se aceita, mas que não deslustra, ficando boas indicações da equipa de Roger Almeida para os jogos que se seguem, conseguindo os pontos necessários para subirem na tabela classificativa para poderem ter mais hipóteses de conseguirem uma posição que lhe possa permitir a manutenção na segunda fase. Boa arbitragem.

Outros resultados:
Régua - Oliveirense 0:5
P. Ferreira - Penafiel 0:1
Leixões - Padroense 1:1
Boavista - Feirense 1:1
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
F.C.Porto770015321
Padroense733110611
Feirense733111811
Oliveirense732214911
Leixões731310910
Boavista731320810
P. Ferreira7124475
Académico Viseu71243125
Régua71153214
Penafiel60337153