26 janeiro 2014

Vitória importante na luta pela manutenção

video

Académico Viseu - Taboeira 2:1
Golo Académico Viseu: Miguel Oliveira (8 min), Simão Pipo (59 min)
Golo Taboeira: Gerson (21 min)
Académico Viseu: Tomé, Filipe, Nuno, Costa (Patrick, 51 min), Leonardo, Cláudio, Miguel Oliveira, Rui Miguel (Simão Pipo, intervalo), Ângelo, João Caiado (Tiago, 64 min) e Lucas (Miguel Silva, intervalo).
Suplentes não utilizados: Tiago, Olavo, Rafa.
Treinador: Vitor Santos, João Figueira.
Taboeira: Henrique, Fábio, Rocha, Casal, Bernardo, Bastos, Gonçalo (João Pedro, 59 min), Berna, André, Afonso (Morais, intervalo) e Gerson (Leonardo, intervalo (Miguel, 49 min)).
Suplentes não utilizados: Lopes, Morais, Lasca e Simão.
Treinador: Miguel Oliveira.
Cartão amarelo:
Académico Viseu: Miguel Oliveira (60 min)
Taboeira: Gonçalo (43 min)
Cartão vermelho:
Taboeira: Fábio (46 min)
Árbitro: Hugo Geraldes, Auxiliares: Bruno Naves e José Bicho (A.F. Guarda)

Os iniciados academistas têm neste jogo o ínicio da segunda fase, o da manutenção, do seu Campeonato.
Os academistas com a necessidade de vencer tem como adversário o Taboeira.
O primeiro lance de algum perigo acontece para os academistas quando Ângelo centra bem mas nenhum colega consegue o remate.
Na resposta André aparece em boa posição centrando bem mas vale o corte de Nuno.
Aos 6 minutos é Afonso a aparecer em boa posição mas vale a atenção de Tomé a antecipar-se.
Dois minutos depois o marcador viria mesmo a funcionar quando Bernardo não consegue o melhor alívio e Miguel Oliveira atento aproveita face a Henrique para rematar forte e fazer o golo inaugural.
O Taboeira reage e aos 14 minutos Gerson desmarca Afonso que em boa posição vê o seu remate passar muito perto da baliza academista.
No minuto seguinte André em boa posição remata muito por alto.
O Taboeira está a conseguir trocar bem a bola e conseguem o golo do empate num bom golo de Gerson aproveitando o adiantamento de Tomé que têm uma primeira boa defesa perante Afonso mas que nada pode fazer perante o remate de Gerson.
Aos 24 minutos André tem boa jogada individual mas falha no remate. No minuto seguinte falha de entendimento no eixo da defensiva forasteira mas Ângelo não conseguiu o remate.
Aos 28 minutos Ângelo na marcação de um livre obriga Henrique a boa defesa. Na resposta Gerson marca o canto para André de forma acrobática ver o seu remate embater com estrondo na base do poste da baliza academista.
Chega-se ao final da primeira parte com um empate na partida onde o Taboeira reagiu bem ao golo sofrido e foi mesmo a equipa com o maior número de ocasiões para marcar.

Aos 39 minutos perca de bola em zona proibitiva para Gonçalo recuperar a mesma e centra bem mas André aparece atrasado para o remate.
Aos 45 minutos Ângelo remata de muito longe mas sem a melhor direcção.O Taboeira vê-se reduzido aos 10 elementos com a expulsão de Fábio.
Aos 50 minutos Miguel Oliveira marca bem o canto mas vê Cláudio cabecear sem a melhor direcção.
Os academistas com mais um jogador conseguem o dominio da partida e viriam a colocar-se novamente na frente do marcador no seguimento de um canto com Simão Pipo aparecer a cabecear bem e a ver a bola rumar à baliza forasteira.
Aos 60 minutos Henrique marca o livre para André aparecer a rematar para defesa de Tomé. O Taboeira mesmo reduzido a 10 elementos tem uma postura de procurar o golo o que parece estar a intranquilizar os academistas. Aos 70 minutos livre do Taboeira marcado no eixo esquerdo do seu ataque com Bastos a aparecer ao segundo poste a rematar de primeira valendo a grande defesa de Tomé.
Sem grandes problemas a nível técnico apesar da contestação forasteira no lance do segundo golo academistas, pensamos que a nível disciplinar o trio de arbitragem foi rigoroso em demasia e isso ditou desde cedo na segunda parte a expulsão de Fábio que complicou a missão da equipa forasteira.
Vitória academista que assim entram da melhor forma na segunda fase.

Out: finalização forasteira. Sobretudo na primeira parte a equipa do Taboeira disfrutou das melhores ocasiões para marcar mas a eficácia dos seus avançados mostrou-se longe do ideal e isso veio a ter um doloroso castigo.
In: espirito de luta academista. Os academistas frente a uma equipa que soube sempre trocar bem a bola mostraram muita entrega e raça em todos os lances disputados. Essa entrega veio a resultar numa vitória que permite aos academistas ainda acalentar fortes esperanças na manutenção.

Outros resultados:
Crasto - Repesenses 0:4
Avanca - Gondomar 4:0
Sanjoanense - Lusitano Vildemoinhos 2:1
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Gondomar10010435
Sanjoanense11002131
Repesenses11004028
Taboeira10011223
Avanca11004022
Académico Viseu11002118
Lusitano Vildemoinhos10011215
Crasto1001045