15 fevereiro 2014

Infantis goleiam em exibição de gala.

video

Académico Viseu - Pinguinzinhos 6:1
Golos Académico Viseu: Raul (6 e 13 min), Nuno (9 min), Rafael (37 min), Vasquinho (54 min). Gonçalo (57 min)
Golo Pinguinzinhos: Diogo Santos (4 min)
Académico Viseu: Mário, Xico, Nuno, André, Gonçalo, Raul, Rafael, Kiki, António, Miguel, Vasquinho e Luiz.
Treinador: Carlos Lopes e Joel.
Pinguinzinhos: Diogo Pais, Henrique Carvalho, Diogo Santos, Dário Santos, Simão Mota, Diogo, Miguel Bandeira, Rodrigo, Cristóvão Guilherme, Tomás Castanheiro, Carlos Ferreira e João Breda.
Treinador: Michel Mira.
Árbitro: Luis Fonseca.

Este era um jogo bastante importante para ambas as equipas na luta que travam pela passagem à fase seguinte.
Desta forma o jogo prometia fortes emoções e o mesmo começou a grande velocidade e a primeira oportunidade surgiu aos 2 minutos quando Mário num lançamento longo desmarca Rafael que aparece a cabecear bem perto da baliza forasteira.
Na jogada seguinte André desmarca Gonçalo que contudo tem um remate fraco para defesa fácil de Diogo Pais.
Contudo na primeira investida que os Pinguinzinhos fizeram à baliza academista viriam a marcar quando na sequência de um livre marcado por Diogo Santos este desfere um remate indefensável para Mário.
A vantagem forasteira durou apenas dois minutos quando Nuno desmarca Raul e este entra bem na área rematando colocado fazendo o golo do empate.
Este golo moralizou ainda mais os academistas que à passagem do minuto 9 se iriam colocar na frente do marcador no seguimento de um livre marcado por Nuno que desfere um remate indefensável para Diogo Pais.
Aos 13 minutos Gonçalo desmarca bem Raul que entra na área forasteira rematando cruzado e ampliando a vantagem da sua equipa.
No minuto seguinte Raul ganha o lance a Tomás e remata muito perto da base da baliza dos Pinguinzinhos.
Os academistas rubricavam uma boa exibição, muito pressionante e não deixavam os jogadores forasteiros praticarem o seu futebol.
Caberia mesmo à equipa local a próxima oporunidade de golo quando aos 22 minutos, Raul marca o canto para António aparecer a cabecear muito perto da barra da baliza de Diogo Pais.
No minuto seguinte Miguel desmarca António que remata muito perto da baliza forasteira. Na resposta Diogo Santos na sequência de um livre obriga Mário a defesa atenta.
Aos 27 minutos Miguel marca o canto e Vasquinho aparece a cabecear para boa defesa do guarda-redes Diogo Pais.
Dois minutos depois Tomás à entrada da área remata colocado e Mário responde com uma defesa atenta.
Chegava-se ao intervalo com uma vitória parcial academista que premiava a sua grande exibição e mesmo quando se encontravam em desvantagem no marcador arranjaram forças para dar a volta ao marcador.
A segunda parte começou com os academistas a terem mais posse de bola e aos 32 minutos Rafael aparece em boa posição mas não consegue o melhor remate.
No minuto seguinte nova oportunidade de golo quando primeiro Raul e depois Gonçalo em boa posição rematam mas sem a melhor direcção.
Aos 37 minutos Raul tem uma boa jogada de insistência vendo o seu remate embater na base do poste da baliza contrária e Rafael é mais lesto que Diogo Pais e faz o golo ampliando a vantagem da sua equipa.
Quatro minutos depois Miguel desmarca bem Rafael que na passada remata perto da baliza contrária.
A reação forasteira daria-se aos 51 minutos quando após boa jogada de Tomás, Carlos Ferreira no interior da pequena área academista remata muito por alto.
Dois minutos depois os academistas viriam a conseguir fazer o golo quando Vasquinho ganha o lance em velocidade à defensiva contrária desferindo um bom remate dando assim uma maior tranquilidade à equipa local.
Aos 57 minutos surge uma das melhores jogadas da partida com a bola a passar por meia equipa academista e a bola chega a Gonçalo que remata forte e colocado fazendo o sexto golo da sua equipa.
Seria a ultima oportunidade de golo real e assim o término da partida chegaria com uma vitória merecida dos academistas que realizaram uma grande exibição frente a um adversário que apesar de ter estado em vantagem no marcador pouco perigo criou para a baliza academista.
Boa exibição de Luis Fonseca que mesmo estando sozinho mostrou uma boa preparação física, sempre em cima dos lances e com decisões acertadas e que contribuiu para a boa qualidade da partida. Quando assim é dá gosto ver a ação de quem decide!

Out: ausência de massagistas e fisioterapeutas. Mais importante que um euro ou dez euros, a saúde dos atletas do clube deveria merecer uma maior dedicação por parte de quem manda. Ultimamente a ausência dos massagistas em diversos escalões é preocupante pois acima de tudo pode acontecer algo muito complicado para a saude destes jovens jogadores sem a rápida intervenção de quem sabe!
In: exibição academista. Num jogo de bastante importância para ambas as equipas, os academistas apesar de estarem em desvantagem no marcador mostraram que hoje dificilmente perderiam a partida. Com uma exibição de gala, sempre pressionante e na procura de lances de perigo os academistas conseguiram obter uma vitória importante. Uma grande vitória colorida com uma grande exibição!
Melhor em campo: Raul. Todos os jogadores academistas merecem destaque mas Raul principalmente na primeira parte esteve imparável sempre muito pressionante na procura dos golos e viria a coroar a boa exibição com dois golos que em muito contribuiram para a vitória academista.

Outros resultados:
Pestinhas - Estrelas Mondego 2:0
Mortágua - Repesenses 4:3
Carregal Sal - Viseu 2001 2:1
Nelas - Galfarritos 6:1
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Repesenses151311952240
Pestinhas151203441736
Pinguinzinhos151212422434
Académico Viseu141103872333
Mortágua14905433127
Viseu 200115618374419
Estrelas Mondego14356303414
Mangualde143110187710
Carregal Sal15231011429
Nelas14221034578
Os Galfarritos14011314841