28 dezembro 2013

Academistas com pé quente

video
Quintela Orgens - Académico Viseu 1:11
Golo Quintela Orgens: Tiago Lourenço (32 min)
Golos Académico Viseu: Miguel Sousa (4 e 13 min), Rodrigo Pereira (15, 17, 45, 48 min), João Almeida (24, 27 min), Miguel Pessoa (46, 49 e 50 min)
Quintela Orgens: Francisco Almeida, João Lourenço, Lara Almeida, Tiago Lourenço, David Oliveira, Diogo Cardoso, Miguel Tavares, Gonçalo Farias, Rodrigo Coelho, Diogo Coelho e Rafael Costa.
Académico Viseu: Tiago Abreu, João Muniz, Rodrigo Coelho, Tiago Figueiredo, Miguel Pessoa, Rodrigo Pereira, Ivan Ribeiro, João Almeida, Theodisios Marques, Eduardo Barbosa, Miguel Sousa e Ricardo Gonçalves.
Treinador: Filipe.
Árbitros: Luís Fonseca e Francisco Silva.
video

Os escolas A academistas defrontavam em jogo em atraso a equipa do Quintela de Orgens. O primeiro remate pertenceu aos academistas sendo Rodrigo Coelho o seu autor.
O marcador viria a funcionar à passagem do minuto 4, quando Miguel Sousa aparece a encostar após boa jogada de Miguel Pessoa.
Na resposta David Oliveira remata bem e vê a bola embater com estrondo no poste da baliza academista.
Aos 6 minutos Miguel Pessoa desmarca Rodrigo Coelho que remata perto da baliza local.
Aos 9 minutos os academistas ficam perto do golo quando após remate de Rodrigo Pereira, Francisco tem boa defesa a evitar o golo.
Aos 12 minutos Miguel Pessoa remata para Rodrigo Pereira ao segundo poste não conseguir rematar para o golo.
Contudo o marcador viria mesmo a funcionar aos 13 minutos quando Miguel Sousa em boa posição remata forte e faz o golo que amplia a vantagem da sua equipa.
Dois minutos depois cruzamento da ala esquerda do ataque academista com Rodrigo Pereira a conseguir antecipar-se a Francisco Almeida e cabecear levando a bola a anichar-se nas redes do Quintela de Orgens.
No minuto seguinte Miguel Pessoa remata para defesa atenta de Francisco Almeida.
Aos 17 minutos Ivan desmarca bem Rodrigo Pereira que perante o guarda-redes local remata colocado e faz o quarto golo da sua equipa.
O Académico não deixava que os jogadores da equipa do Quintela de Orgens saíssem do seu meio campo e aos 24 minutos viriam a conseguir novo golo quando após um remate de Ivan, o guarda-redes Francisco Almeida tem uma defesa incompleta e João Almeida aparece a encostar e fazer o golo.

Chegava-se ao intervalo com uma vitória justa academista que viria a ser ampliada aos 27 minutos com João Almeida a ser mais lesto que a defesa contrária aparecendo a fazer o sexto golo da equipa academista.
Aos 29 minutos Ivan centra mas Ricardo não consegue o melhor remate.
No minuto seguinte João Almeida remata colocado valendo a atenção de Francisco. Aos 32 minutos Tiago Lourenço aparece solto de marcação e remata forte batendo Tiago Abreu.
Aos 34 minutos Ivan remata forte para boa defesa do guarda-redes local.
O Quintela de Orgens consegue subir de produção e aos 10 minutos vê David Oliveira a rematar perto da baliza academista.
Aos 40 minutos é Miguel Tavares na sequência de um livre a ver o seu remate ser devolvido caprichosamente pelo poste da baliza academista.
Quem não marca sofre e isso viria a acontecer aos 45 minutos com Miguel Pessoa a rematar de muito longe para defesa incompleta de Francisco e na sobra Rodrigo Pereira faz o golo. No minuto seguinte é Miguel Pessoa a aparecer sem marcação a fazer o oitavo golo da sua equipa.
Era um período de grande domínio academista que resultava em diversos golos e aos 48 minutos é Rodrigo Pereira a fazer novamente o gosto ao pé fazendo novo golo para a sua equipa.
No minuto seguinte Miguel Pessoa remata de muito longe fazendo um golo de belo efeito.
Sobre o apito para o intervalo o mesmo jogador viria a alcançar novo golo quando tem um remate colocado fazendo a bola sobrevoar Francisco Almeida e anichar-se nas redes locais.
Vitória justa dos academistas que sempre que aceleraram um pouco o ritmo da partida conseguiram criar lances de perigo para a defensiva do Quintela Orgens.
Arbitragem sem reparos.

Out: fragilidades defensivas locais. Quando pressionados a defensiva do Quintela de Orgens denotou bastantes dificuldades e isso foi aproveitado da melhor forma pelos academistas. Por vezes perderam lances em zona proibitiva e isso resultou numa goleada.
In: finalização academista. Os academistas conseguiram aproveitar da melhor forma as ocasiões criadas e isso deram-lhe a obtenção de uma goleada que os aproxima dos lugares mais cimeiros da tabela classificativa.

Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Cracks Lamego111010761031
Viseu Benfica11731661124
Repesenses B11722422223
Académico Viseu11641591622
Oliveira Frades11713572422
Lusitano Vildemoinhos11623461920
Dínamo Estação11425253014
Penalva Castelo11425183114
Crasto11317524510
Viriatos1111910824
Vouzelenses111010131063
Quintela Orgens1101109771