08 dezembro 2013

Escolas mostram magia e goleiam

video

Académico Viseu - Crasto 8:2
Golos Académico Viseu: Tiago Silva (1 min, autogolo), Rodrigo Coelho (8, 29 e 32 min), Rodrigo Pereira (12, 46 min), Miguel Pessoa (19 min), Miguel Sousa (49 min)
Golos Crasto: Renato Rodrigues (20 min), Diogo (41 min)
Académico Viseu: Tiago Abreu, Tiago Figueiredo, João Muniz, Miguel Pessoa, Rodrigo Coelho, Ivan, Rodrigo Pereira, João Pedro, Miguel Sousa, Theodisios, Eduardo e Gonçalo Pereira.
Treinador: Filipe.
Crasto: Artur Cardos, Cristiano Pereira, Tiago Ferreira, Joel, João Sul, Duarte Ribeiro, Renato Rodrigues, Guilherme, Diogo, Sérgio Rafael, Tiago Silva e Nuno.
Treinador: Tiago Morgado.
video

Os academistas após verem o seu ultimo jogo adiado, regressavam à competição procurando alcançar uma vitória que lhes permitisse subir na tabela classificativa.
Logo no minuto inaugural viriam a marcar quando João Muniz centra forte mas vê Tiago Silva a ser infeliz e introduzir a bola nas redes da sua baliza.
Os academistas entraram a todo o vapor e aos 7 minutos remate de Rodrigo Coelho a levar o perigo à baliza forasteira. Contudo o marcador viria mesmo a ser alterado no minuto seguinte quando Ivan desmarca Rodrigo Coelho a rematar de longe de nada valendo a tentativa de defesa de Artur.
Quatro minutos depois Ivan centra para Rodrigo Pereira a aparecer a rematar de nada valendo ainda a defesa de Artur.
O primeiro remate com perigo da equipa forasteira à baliza de Tiago Abreu dá-se aos 14 minutos tendo Diogo como seu autor. Este lance despertou os jogadores forasteiros que no minuto seguinte não responderam da melhor forma a um centro preciso de Diogo.
Aos 16 minutos Tiago Silva remata bem após uma má reposição de bola do guarda-redes academistas, mas vê Tiago Abreu a redimir-se e fazer uma boa defesa.
Três minutos depois boa jogada colectiva academista com Rodrigo Coelho a lançar Rodrigo Pereira que tem um bom pormenor técnico ultrapassando dois defesas contrários e em seguida centra para Miguel Pessoa aparecer a rematar da melhor forma ampliando assim a vantagem academista.
No minuto seguinte o Crasto viria a conseguir o golo no seguimento de um remate indefensável de Renato Rodrigues que assim dava algum alento aos jogadores forasteiros.
Aos 24 minutos remate de muito longe de João Muniz obrigando Artur a boa defesa.
Chegava-se ao intervalo com uma vitória parcial academista que se ajustava face ao seu dominio nos primeiros 25 minutos da partida.

Tal como na primeira parte os academistas entraram melhor nos ultimos 25 minutos e viriam a marcar logo aos 29 minutos quando Miguel Pessoa desmarca bem Rodrigo Coelho que é lesto a rematar fazendo um golo de belo efeito.
O mesmo jogador viria a fazer o hattrick em novo remate de muito longe fazendo a bola sobrevoar Artur e assim ampliar a vantagem academista. No minuto seguinte remate de Miguel Pessoa para boa defesa de Artur.
Aos poucos o Crasto consegue equilibrar e até ter maior ascendente e aos 36 minutos Guilherme remate bem para defesa atenta de Gonçalo Pereira.
Na resposta primeiro Rodrigo Pereira e depois Ivan aparecem em boa posição a rematar mas sem conseguir vencer a oposição de Artur. Na resposta Tiago Ferreira aparece a rematar perto da baliza academista.
Num momento de melhor concentração academista, aos 41 minutos Diogo consegue ter alguma liberdade e rematar bem e faz o golo reduzindo a desvantagem da sua equipa. No minuto seguinte é Renato a rematar bem e obrigar Gonçalo Pereira a grande defesa evitando o golo forasteiro.
Aos 46 minutos é a vez de Rodrigo Pereira a rematar para defesa atenta de Artur.
Contudo o marcador viria mesmo a funcionar com Ivan a rematar de muito longe batendo Artur e assim fazendo o sétimo golo da sua equipa.
Aos 48 minutos Rodrigo Pereira remata colocado e vê João Sul a fazer o corte evitando assim o golo academista. No seguimento do canto a bola chega a Miguel Sousa que remata colocado e restabelece o resultado final.
Arbitragem tranquila sem erros.

Out: fragilidades forasteiras. Quando pressionados a equipa forasteira mostrou bastantes fragilidades sobretudo na sua defensiva e que resultou numa derrota por números elevados.
In: futebol academista. Os academistas conseguiram em largos momentos da partida rubricar uma boa exibição que colocou em muitas dificuldades a equipa adversária. O futebol academista conseguiu cativar o publico e alcançou uma vitória merecida.
Melhor jogador: Miguel Pessoa. O jovem academista foi o timoneiro da equipa e conseguiu para além de alimentar o seu ataque evitar muitas das investidas contrárias. Foi um verdadeiro "bombeiro de serviço" tanto no ataque como na defesa e desta forma foi o jogador em destaque, tendo premiado a sua exibição com um golo.

Outros resultados:
Vouzelenses - Dínamo Estação 2:5
Viriatos - Penalva Castelo 1:3
Repesenses - Quintela Orgens 5:2
Lusitano Vildemoinhos - Oliveira Frades 1:5
Cracks Lamego - Viseu Benfica 2:2
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Cracks Lamego981061825
Viseu Benfica9531451018
Lusitano Vildemoinhos9522411617
Repesenses B9522331817
Oliveira Frades9513432116
Dínamo Estação9423242114
Penalva Castelo9423162514
Académico Viseu8341351513
Crasto9315483410
Viriatos91178654
Quintela Orgens80176511
Vouzelenses90098860