05 outubro 2014

Vitória juvenil arrancada a ferros

video

Académico Viseu - Peso Régua 1:0
Golo Académico Viseu: Gonçalo Sousa (54 min).
Académico Viseu: Elísio, Tiago, Pedro Santos, Tomé, Tigas, Bié, David, Gonçalo Sousa (João Caiado, 71 min), Caramelo, Rafael (J.P, 46 min), Simão (Ângelo, 55 min)
Suplentes não utilizados: Diogo, Costa, Cláudio e Bernardo.
Treinador: Roger.
Peso Régua: Alex, Rafa, Diogo Teixeira, Zé Nuno, Zé Mota (Zé Luis, 26 min), Gonçalo Miranda (António, 64 min), Ricardo, Pedro Henriques (Bruno, 64 min), Eduardo, Miguel Lopes e Diogo Ferreira.
Suplentes não utilizados: Gabriel, Pedro Jorge, Jorge Emanuel e Mário.
Treinador: Marco Madeira.
Cartão amarelo:
Académico Viseu: Simão (24 min), Gonçalo Sousa (34 min), Tomé (44 min) e Bié (70 min)
Peso Régua: Zé Nuno (26 e 80+1 min), Diogo Teixeira (57 min) e Diogo Ferreira (77 min)
Árbitro: Bruno Pereira, Auxiliares: Ângelo Santos e Jorge Rei (A.F. Viseu)

Após uma longa pausa na competição, este regresso protagonizava um jogo bastante importante para ambas as equipas na obtenção da primeira vitória na prova.
Os academistas tinham mais posse de bola inicial e aos 5 minutos David remata forte mas sem a melhor direcção.
Aos 9 minutos Bié lança nas costas da defensiva forasteira Caramelo que obriga Alex a boa defesa para canto. No seguimento do mesmo Gonçalo aparece no eixo cental do campo a rematar forte mas sem a melhor direcção.
A equipa do Peso da Régua consegue reagir e equilibrar e aos 18 minutos Eduardo remata de longe mas sem grande dificuldade para Elísio.
As equipas pareciam sentir em demasia a importância da partida e a qualidade do seu jogo decrescia e os passes errados aumentavam e com isso as ocasiões de golo só voltariam a surgir aos 33 minutos quando Bié lança bem Simão que remata forte e obriga Alex a boa defesa com os pés. No canto novamente Simão aparece a cabecear para Alex ter defesa por instintos negando assim o golo academista.
Primeira parte chegaria ao seu término com um empate fruto de uma exibição algo desinspirada de ambas as equipas.

A segunda parte começava com um ritmo lento que marcou os primeiros 40 minutos e aos 46 minutos Simão insiste num lance aparentemente perdido conseguindo desmarcar Rafa que aparece a rematar para defesa de Alex.
O momento da partida acabaria por surgir aos 54 minutos quando numa jogada dividida ente JP e um defesa forasteiro, o árbitro decide punir a equipa forasteira com grande penalidade.Um lance muito contestado pelos forasteiros que chega a originar a expulsão do técnico Marco Madeira.
Gonçalo Sousa não acusa a pressão e coloca os academistas na frente do marcador para gáudio dos adeptos locais.
Aos 63 minutos JP num livre remata forte para defesa de Alex. Nove minutos depois Caramelo centra para JP aparecer em boa posição a cabecear sem a melhor direcção.
A equipa forasteira de forma guerreira e briosa assume as rédeas da partida e com isso começa a colocar muitos problemas para os academistas. Aos 75 minutos Diogo Teixeira no seguimento de um livre remata forte e vê o mesmo embater com estrondo na barra da baliza academista. Os forasteiros ainda pedem o golo mas onde desta vez o juízo do trio de arbitragem parece acertado.
Na jogada seguinte jogada de contra-ataque com João Caiado a aparecer isolado a rematar para defesa de Alex negando o golo aos academistas.
Já no primeiro minuto de descontos António aparece a entrar na área academista e a rematar valendo a atenção de Elisio. Lance novamente contestado por pretensa falta sobre o jogador reguense mas onde a melhor posição do árbitro dá-lhe o benefício de dúvida.
Até ao final e com os nervos à flor da pele nota de salientar para as expulsões de Zé Nuno e Zé Luis, este com vermelho directo.
Arbitragem muito contestada pela equipa forasteira fruto da grande penalidade assinalada a favor dos academistas onde a sua posição lhe pode dar algum benefício de dúvida. Ficam as muitas dúvidas.

Out: ansiedade e nervosismo. Foram duas equipas bastante nervosas e sobretudo ansiosas ao longo da partida e com isso a qualidade da partida foi algo baixa e com isso as ocasiões de golo foram algo escassas.
In: vitória academista. Os academistas sabiam que este jogo era muito importante e mesmo sem protagonizar uma grande partida conseguiram controlar até ao golo a partida. Com o golo parece que baixaram a guarda e com isso quase que sofriam o golo que os iria castigar. Com esta vitória os academistas conseguem um alento para as próximas jornadas.
Outros resultados:
Paços Ferreira - Padroense 0:0
Penafiel - Feirense 0:2
Boavista - Oliveirense 3:0
Leixões - F.C.Porto 1:2
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
F.C.Porto550012315
Leixões5302979
Boavista53021959
Feirense5221978
Padroense5221857
P. Ferreira5122455
Académico Viseu51223105
Oliveirense5122895
Penafiel50327143
Régua50142161