26 outubro 2014

Exibição de gala dita vitória gorda infantil

video

Lusitano Vildemoinhos - Académico Viseu 0:6
Golos Académico Viseu: Vasquinho (7 min), Melo (9, 39 min), Raul (25 min), Rafael (40 e 55 min)
Lusitano Vildemoinhos: Francisco Cruz, Tomás Correia, João Gustavo, Rui Silva, Tomás Coelho, Lucas, Gui, Tomás Miranda, Pedro Violas, Lourenço, Diogo e Bernardo.
Treinador: Mário Santos.
Académico Viseu: Mário, Nuno, Guilherme Melo, Rafael, Gonçalo, Diogo Gouveia, Vasquinho, Pedro Farias, Kiki, Raul, Miguel e Rodrigo.
Treinador: João Figueira, Vasco Dias e José Henrique.
Árbitro: Fábio Loureiro e Rui Abreu.

Os jovens academistas tinham um derby sempre complicado com a equipa do Lusitano de Vildemoinhos.
Coube aos academistas o primeiro lance de perigo quando Diogo Gouveia logo no primeiro minuto desfere um remata forte vendo o mesmo passar perto da baliza trambela.
Aos 6 minutos Vasquinho revela grande pontaria quando remata ao poste da baliza lusitana.
Contudo o marcador viria a ser alterado à passagem do minuto 7 quando Pedro Farias desmarca Vasquinho que de primeira faz um grande golo.
Os academistas demonstravam-se inspirados e aos 8 minutos Diogo Gouveia solicitado por Melo remata para defesa atenta de Francisco.
Aos 9 minutos grande jogada colectiva com o lance a ser conduzido por Diogo Gouveia que faz o centro atrasado para Melo ser lesto a rematar fazendo o segundo golo da sua equipa.
O primeiro remate da equipa lusitana acontece à passagem do minuto 13 quando Rui Silva marca o canto para Gui rematar forte mas muito longe da baliza defendida por Pedro Farias.
Aos 16 minutos Vasquinho centra para Rodrigo chegar um pouco atrasado ao lance.
Dois minutos depois Vasquinho fica mais uma vez perto do golo vendo o seu remate passar muito perto da baliza trambela.

Aos 23 minutos Raul tem uma boa jogada individual centrando para Miguel rematar à barra da baliza forasteira.
No minuto seguinte Miguel novamente em boa posição não consegue levar a melhor a luta travada com Francisco.
O marcador viria novamente a funcionar aos 25 minutos quando Melo desmarca bem Raul que se mostra letal a rematar cruzado ampliando a vantagem da sua equipa.
Aos 28 minutos Melo em boa posição remata perto da baliza contrária.
Vitória parcial dos academistas que com uma boa exibição conseguiu ser a dominadora da partida não deixando que os jogadores trambelos conseguissem criar qualquer lance de perigo para a baliza de Pedro Farias.

A segunda parte começou com um remate de Rui Silva mas os academistas ficam novamente perto do golo com Miguel Loureiro em boa posição rematar sem a melhor direcção.
Aos 49 minutos a vantagem da equipa academista viria a ser alargada quando Miguel assiste Melo que de muito longe remata colocado fazendo novo golo.
No minuto seguinte grande jogada de Raul que consegue desmacar Rafael para este fazer o quinto golo da equipa academista.
Aos 52 minutos Rui Silva num livre obriga Mário a boa defesa, no primeiro lance de perigo para a baliza contrária.
Na resposta Rafael tem uma grande ocasião para marcar mas em boa posição falha o que parecia mais fácil, o remate para o golo.
A mesma situação viria a repetir-se aos 55 minutos onde o avançado academista mostrou alguma precipitação a rematar forte falhando na direcção dada ao seu remate.
Contudo o mesmo jogador viria mesmo a conseguir o golo quando bem desmarcado aparece perante Tomás Miranda fazendo o remate que só para quando se anicha nas redes da baliza trambela.
Três minutos depois Melo remata colocado mas vê Tomás Miranda voar evitando o golo da equipa academista.
No canto Melo desmarca Gonçalo que em boa posição remata mas sem a melhor direcção.
Vitória justa academista fruto de uma grande exibição dos academistas que se mostraram totalmente dominadores em todos os momentos da partida e que foram confirmando esse ascendente com bons golos e assim alcançar uma vitória gorda.
Out:desilusão trambela. Os jovens trambelos passaram ao lado da partida muito fruto da exibição academista que não os deixou criar lances de perigo para a baliza da sua equipa. Desta forma só em duas situações de bola parada é que obrigaram uma maior atenção aos defesas academistas o que se revela muito pouco para um sempre candidato à presença na fase final da prova.
In: exibição academista. Foi uma exibição de gala, este que os academistas realizaram e com isso conseguiram obter uma goleada totalmente merecida devido a esse seu ascendente em toda a partida. Conciliando o domínio territorial e com as ocasiões os academistas realizam uma exibição bastante personalizada e que merece o devido destaque.
Outros resultados:
Quintela Orgens - Viseu Benfica 1:2
Vouzelenses - Penalva Castelo 1:2
Viseu 2001 - Dínamo Estação 1:2
Santo André - Repesenses 0:16
Clube
J
V
E
D
GM
GS
Pontos
Repesenses440039212
Académico Viseu440025412
Lusitano Vildemoinhos43012199
Viseu Benfica42111287
Dínamo Estação420213126
Viseu 2001420212146
Quintela Orgens41037143
Penalva Castelo41033223
Vouzelenses40134181
Santo André40042340